2 - FEVEREIRO BLOG DIA HOJE MESES

15 de Fevereiro • Dia Hoje • Edição 2022

Dia da Luta contra o Câncer Infantil ♥ Aniversário de Galileu Galilei • Osvaldo Aranha • Nise da Silveira • Cesar Romero • Irena Sendler • Graham Hill • Sílvia Bandeira • Jane Seymour • Marina Person • Chris Farley • Rafael Portugal ♦ ÓBITOS • Nat King Cole • Milton Moraes • George Gaynes

DESTAQUES DO DIA

♥ NASCIMENTOS • Nise da Silveira • Galileu Galilei • Osvaldo Aranha • Cesar Romero • Irena Sendler • Graham Hill • Sílvia Bandeira • Jane Seymour • Marina Person • Chris Farley • Rafael Portugal ♦ ÓBITOS • Nat King Cole • Milton Moraes • George Gaynes

• Dia Internacional de Luta contra o Câncer Infantil

FONTES

WIKIWANDIBGECALENDARR

CIDADES ANIVERSIANTES

• Cássia (MG)
• Matinha (MA)
• São João do Triunfo (PR)
• São Miguel do Oeste (SC)
• Canarana (MT)
• Cornélio Procópio (PR)

Datas, fatos e os nascimentos mais importantes no Brasil e no Mundo, em todos os dias do ano, ilustrado com fotos e curiosidades.

FONTE ► WIKIWAND

NASCIMENTOS

8-de-janeiro-galileu-galilei-matematico-e-fisico-italiano

1564Galileu Galilei ▒ Galileu Galilei foi um físico, matemático, astrônomo e filósofoi taliano.

(Pisa, 15 de fevereiro de 1564Florença, 8 de janeiro de 1642[2])

 Galileu Galilei foi personalidade fundamental na revolução científica.

Foi o mais velho dos sete filhos do alaudista Vincenzo Galilei e de Giulia Ammannati.[3]

Viveu boa parte de sua vida em Pisa e em Florença, na época integrantes do Grão-Ducado da Toscana.

15-de-fevereiro-galileu-galilei-matematico-astronomo-e-fisico-italiano

Galileu Galilei desenvolveu os primeiros estudos sistemáticos do movimento uniformemente acelerado e do movimento do pêndulo.

Descobriu a lei dos corpos e enunciou o princípio da inércia e o conceito de referencial inercial, ideias precursoras da mecânica newtoniana.

Galileu melhorou significativamente o telescópio refrator e com ele descobriu as manchas solares, as montanhas da Lua, as fases de Vénus, quatro dos satélites de Júpiter,[4] os anéis de Saturno, as estrelas da Via Láctea.

galileu-galilei-invencoes-foto-em-tira

Estas descobertas contribuíram decisivamente na defesa do heliocentrismo.

Contudo a principal contribuição de Galileu foi para o método científico, pois a ciência assentava numa metodologia aristotélica.

O físico desenvolveu ainda vários instrumentos como a balança hidrostática, um tipo de compasso geométrico que permitia medir ângulos e áreas, o termômetro de Galileu e o precursor do relógio de pêndulo

15-de-fevereiro-galileu-galilei-matematico-astronomo-e-fisico-italiano

O método empírico, defendido por Galileu, constitui um corte com o método aristotélico mais abstrato utilizado nessa época, devido a isto Galileu é considerado como o “pai da ciência moderna”.


15-de-novembro-osvaldo-aranha-politico-advogado-e-diplomata-brasileiro

1894Osvaldo Aranha ▒ Osvaldo Euclides de Sousa Aranha GCC • GCSE (Alegrete, 15 de fevereiro de 1894 — Rio de Janeiro, 27 de janeiro de 1960) foi um advogado, político e diplomata brasileiro.

Foi o chefe da delegação brasileira na recém-criada Organização das Nações Unidas (ONU).

Presidiu a II Assembléia Geral da ONU que votou o Plano da ONU para a partição da Palestina de 1947, que culminou na criação do Estado de Israel.

15-de-fevereiro-cesar-romero-ator-estadunidense

1907Cesar Romero ▒ Cesar Julio Romero Jr. (Nova Iorque, 15 de fevereiro de 1907 — Santa Monica, 1 de janeiro de 1994) foi um ator estadunidense que atuou no cinema, rádio e televisão por quase 60 anos.

15-de-fevereiro-cesar-romero-ator-estadunidense

Sua ampla gama de papéis em cena incluem amantes latinos, figuras históricas em dramas e personagens de comédias domésticas leves como o Coringa da série de televisão Batman, que foi incluído em 2013, na lista dos “60 maiores vilões de todos os tempos”, pela TV Guide.[1]


15-de-fevereiro-irena-sendler-ativista-dos-direitos-humanos-polonesa

1910Irena Sendler ▒ Irena Sendler (em polaco: Irena Sendlerowa, nascida Krzyżanowska) (15 de fevereiro de 1910 – 12 de maio de 2008), também conhecida como “O Anjo do Gueto de Varsóvia”.

15-de-fevereiro-irena-sendler-ativista-dos-direitos-humanos-polonesa

Irena foi uma ativista dos direitos humanos durante a Segunda Guerra Mundial, tendo contribuído para salvar mais de 2.500 vidas ao conseguir que várias famílias escondessem filhos de judeus no seio do seu lar e ao levar alimentos, roupas e medicamentos às pessoas barricadas no gueto, com risco da própria vida.


15-de-fevereiro-graham-hill-automobilista-britanico

1929Graham Hill ▒ Norman Graham Hill ou mais conhecido no automobilismo como Graham Hill (Hampstead, 15 de fevereiro de 1929 — 29 de novembro de 1975) foi um piloto britânico nascido na Inglaterra bicampeão mundial de Fórmula 1 em 1962 e 1968.

Ele esteve na categoria por 18 temporadas entre 1958 e 1975, foi também dono de equipe.

15-de-fevereiro-silvia-bandeira-atriz-brasileira

1950Sílvia Bandeira ▒ Sylvia de Sousa Bandeira Ferreira, mais conhecida pelo seu nome artístico Sylvia Bandeira ou Silvia Bandeira (Genebra, 15 de fevereiro de 1950), é uma atriz brasileira.


15-de-fevereiro-jane-seymour-atriz-britanica

1951Jane Seymour ▒ Joyce Penelope Wilhelmina Frankenberg, OBE, mais conhecida como Jane Seymour (Hayes, 15 de fevereiro de 1951), é uma atriz britânica.

Notabilizou-se por atuar em filmes como 007 – Viva e Deixe Morrer (1973), Em Algum Lugar do Passado (1980) e pela série televisiva Dr. Quinn.[1]


1964Chris Farley, Christopher Crosby “Chris” Farley (Madison, 15 de fevereiro de 1964 — Chicago, 18 de dezembro de 1997) foi um ator e comediante norte-americano. Farley integrou o grupo The Second City e o elenco do Saturday Night Live, tendo também estrelado uma série de filmes de comédia de sucesso na década de 90, antes de morrer subitamente, vítima de overdose de drogas.


15-de-fevereiro-marina-person-apresentadora-e-atriz-brasileira

1969Marina Person ▒ Marina Izaura Jeha Person (São Paulo, 15 de fevereiro de 1969), é uma atriz, cineasta e apresentadora brasileira. Foi Vj da MTV Brasil entre 1995 e 2011.


1985Rafael Portugal, Rafael Portugal (Rio de Janeiro, 15 de fevereiro de 1985) é um ator, cantor, compositor e humorista brasileiro. É conhecido por ter atuado em canais de comédia no YouTube, estando atualmente no Porta dos Fundos.


15-de-fevereiro-nise-da-silveira-psicoterapeuta-brasileira

Nise da Silveira

Nise Magalhães da Silveira

(Maceió, 15 de fevereiro de 1905Rio de Janeiro, 30 de outubro de 1999)

médica psiquiatra brasileira

Reconhecida mundialmente por sua contribuição à psiquiatria, revolucionou o tratamento mental no Brasil. Foi aluna de Carl Jung.[1][2]

Dedicou sua vida ao trabalho com doentes mentais, manifestando-se radicalmente contra as formas que julgava serem agressivas em tratamentos de sua época.

Dentre elas: o confinamento em hospitais psiquiátricos, eletrochoque, insulinoterapia e lobotomia.

15-de-fevereiro-nise-da-silveira-psicoterapeuta-brasileira

Nise ainda foi pioneira ao enxergar o valor terapêutico da interação de pacientes com animais.[3]

 

Percurso

Filha do professor de matemática Faustino Magalhães da Silveira[4] e da pianista Maria Lídia da Silveira, Nise era bastante estudiosa.

Sua formação básica realizou-se em um colégio de freiras, na época exclusivo para meninas, o Colégio Santíssimo Sacramento, localizado em Maceió.

Seu pai foi jornalista, diretor do “Jornal de Alagoas” e professor de matemática.[5][6]

De 1921 a 1926 cursou a Faculdade de Medicina da Bahia, onde se formou como a única mulher entre os 157 homens daquela turma.

Está entre as primeiras mulheres no Brasil a se formar em Medicina.[5]

Nise da Silveira com seu marido Mário Magalhães

Casou-se nessa época com o sanitarista Mário Magalhães da Silveira, seu colega de turma na faculdade, com quem viveu até seu falecimento em 1986.

O casal não teve filhos, por um acordo entre ambos, que queriam dedicar-se intensamente a carreira médica.

Em seu trabalho médico, Mário publicava artigos onde apontava as relações entre pobreza, desigualdade, promoção da saúde e prevenção da doença no Brasil.

Em 1927, já casada e formada, e órfã de mãe, sofreu pelo falecimento de seu pai, e então, após alguns meses, junto ao marido, se mudaram para o Rio de Janeiro, onde teriam mais oportunidades de trabalho.

Na então capital do Brasil, Nise se engajou nos meios artístico e literário, voltados para área médica, com diversas publicações dos avanços da medicina.

Em 1933, cursando os anos finais da especialização em psiquiatria, estagiou na clínica neurológica de Antônio Austregésilo.

Logo após terminar sua especialização, foi aprovada no mesmo ano em um concurso de psiquiatria, e começou a trabalhar no Serviço de Assistência a Psicopatas e Profilaxia Mental do Hospital da Praia Vermelha.

Nos anos 1930, militou no Partido Comunista Brasileiro e foi uma das poucas mulheres a assinar o “Manifesto dos trabalhadores intelectuais ao povo brasileiro”. No entanto, acabou por ser expulsa de sua célula, sob a acusação de trotskismo.[7][8]

Prisão

Durante a Intentona Comunista foi denunciada por uma enfermeira pela posse de livros marxistas.

A denúncia levou a sua prisão em 1936 no presídio Frei Caneca por 18 meses.

Nesse presídio também se encontrava preso Graciliano Ramos, de quem ela tornou-se uma das personagens em seu livro Memórias do Cárcere.

De 1936 a 1944 permaneceu com seu marido na semi-clandestinidade, afastada do serviço público por razões políticas. Durante seu afastamento fez uma profunda leitura reflexiva das obras de Spinoza, material publicado em seu livro Cartas a Spinoza em 1995.[9][10]

Trabalho

Centro Psiquiátrico do Engenho de Dentro

Em 1944 foi reintegrada ao serviço público e iniciou seu trabalho no Centro Psiquiátrico Nacional Pedro II, no Engenho de Dentro, no Rio de Janeiro, onde retomou sua luta contra as técnicas psiquiátricas que considerava agressivas aos pacientes.

Por sua discordância com os métodos adotados nas enfermarias, recusando-se a aplicar eletrochoques em pacientes, Nise da Silveira foi transferida para o trabalho com terapia ocupacional, atividade então menosprezada pelos médicos.

Assim, em 1946 fundou naquela instituição a “Seção de Terapêutica Ocupacional”.

No lugar das tradicionais tarefas de limpeza e manutenção que os pacientes exerciam sob o título de terapia ocupacional, ela criou ateliês de pintura e modelagem com a intenção de possibilitar aos doentes reatar seus vínculos com a realidade através da expressão simbólica e da criatividade, revolucionando a Psiquiatria então praticada no país.

O Museu de Imagens do Inconsciente

Em 1952, ela fundou o Museu de Imagens do Inconsciente, no Rio de Janeiro, um centro de estudo e pesquisa destinado à preservação dos trabalhos produzidos nos estúdios de modelagem e pintura que criou na instituição, valorizando-os como documentos que abriam novas possibilidades para uma compreensão mais profunda do universo interior do esquizofrênico.

Nise da Silveira (Glória Pires), no filme ‘Nise, o coração da loucura’

Entre outros artistas-pacientes que criaram obras incorporadas na coleção dessa instituição, podem ser citados Adelina Gomes, Carlos Pertuis, Emygdio de Barros e Octávio Inácio.

Esse valioso acervo alimentou a escrita de seu livro “Imagens do Inconsciente”, filmes e exposições, participando de exposições significativas, como a “Mostra Brasil 500 Anos”.

Entre 1983 e 1985 o cineasta Leon Hirszman realizou o filme “Imagens do Inconsciente”, trilogia mostrando obras realizadas pelos internos a partir de um roteiro criado por Nise da Silveira.

A Casa das Palmeiras

Poucos anos depois da fundação do museu, em 1956, Nise desenvolveu outro projeto também revolucionário para sua época: criou a Casa das Palmeiras, uma clínica voltada à reabilitação de antigos pacientes de instituições psiquiátricas.

Nesse local podiam diariamente expressar sua criatividade, sendo tratados como pacientes externos numa etapa intermediária entre a rotina hospitalar e sua reintegração à vida em sociedade.

O auxílio dos animais aos pacientes

Foi uma pioneira na pesquisa das relações emocionais entre pacientes e animais, que costumava chamar de co-terapeutas.

Percebeu essa possibilidade de tratamento ao observar como melhorou um paciente a quem delegara os cuidados de uma cadela abandonada no hospital, tendo a responsabilidade de tratar deste animal como um ponto de referência afetiva estável em sua vida.

Ela expôs parte deste processo em seu livro “Gatos, A Emoção de Lidar”, publicado em 1998.

Pioneira da psicologia junguiana no Brasil

Por intermédio do conjunto de seu trabalho, Nise da Silveira introduziu e divulgou no Brasil a psicologia junguiana.

Interessada em seu estudo sobre os mandalas, tema recorrente nas pinturas de seus pacientes, ela escreveu em 1954 a Carl Gustav Jung, iniciando uma proveitosa troca de correspondência.

Jung a estimulou a apresentar uma mostra das obras de seus pacientes, que recebeu o nome “A Arte e a Esquizofrenia”, ocupando cinco salas no “II Congresso Internacional de Psiquiatria”, realizado em 1957, em Zurique.

Nise da Silveira com C. G. Jung

Ao visitar com ela a exposição, ele orientou-a a estudar mitologia como uma chave para a compreensão dos trabalhos criados pelos internos.

Nise da Silveira estudou no “Instituto Carl Gustav Jung” em dois períodos: de 1957 a 1958, e de 1961 a 1962.

Lá recebeu supervisão em psicologia analítica de Marie-Louise von Franz, assistente de Jung.

Retornando ao Brasil após seu primeiro período de estudos junguianos, formou em sua residência o “Grupo de Estudos Carl Jung“, que presidiu até 1968.

Escreveu, dentre outros, o livro “Jung: vida e obra”, publicado em primeira edição em 1968.

Morte

Devido à idade avançada, foi acometida por pneumonia, falecendo de insuficiência respiratória aguda, no Hospital Miguel Couto, Zona Sul do Rio.

Prêmios e reconhecimentos

Em reconhecimento a seu trabalho, Nise foi agraciada com diversas condecorações, títulos e prêmios em diferentes áreas do conhecimento, entre outras:

Escultura de Nise da Silveira, no Corredor Vera Arruda, em Maceió, Alagoas

Reconhecimento internacional

Foi membro fundadora da Sociedade Internacional de Expressão Psicopatológica (“Societé Internationale de Psychopathologie de l’Expression”), sediada em Paris.

Sua pesquisa em terapia ocupacional e o entendimento do processo psiquiátrico por meio das imagens do inconsciente deram origem a diversas exibições, filmes, documentários, audiovisuais, cursos, simpósios, publicações e conferências.

Legado

Seu trabalho e ideias inspiraram a criação de museus, centros culturais e instituições terapêuticas, similares às que criou, em diversos estados do Brasil e no exterior, por exemplo:

  • a “Associação de Convivência Estudo e Pesquisa Nise da Silveira” (Salvador, Bahia)
  • o “Centro de Estudos Imagens do Inconsciente”, da Universidade do Porto (Portugal)
  • a “Association Nise da Silveira – Images de l’Inconscient” (Paris, França)
  • o “Museo Attivo delle Forme Inconsapevoli” (hoje renomeado “Museattivo Claudio Costa”, Genova, Itália)

O antigo “Centro Psiquiátrico Nacional” do Rio de Janeiro recebeu em sua homenagem o nome de “Instituto Municipal Nise da Silveira”.

Em 2015, foi incluída na lista das Grandes mulheres que marcaram a história do Rio”. [11]

Em 2016, foi lançado o filme brasileiro de longa metragem intitulado Nise: O Coração da Loucura, dirigido por Roberto Berliner.

O filme foi resultado de 13 anos de ampla pesquisa, e se baseou em um momento da vida de Nise da Silveira.[12][13]

FILME COMPLETO NO YOUTUBE

No mesmo ano, o espetáculo Nise da Silveira – Guerreira da Paz narrou a história da psiquiatra alagoana e discípula de Carl G.Jung.

O ator carioca Daniel Lobo dirigiu e interpretou o espetáculo que esteve em cartaz no Museu de Arte de São Paulo (Masp), durante curta temporada de grande sucesso.[14][15]

Obras publicadas

  • SILVEIRA, Nise da. Jung: vida e obra. Rio de Janeiro: José Álvaro Ed. 1968.
  • SILVEIRA, Nise da. Imagens do inconsciente. Rio de Janeiro: Alhambra, 1981.
  • SILVEIRA, Nise da. Casa das Palmeiras. A emoção de lidar. Uma experiência em psiquiatria. Rio de Janeiro: Alhambra. 1986.
  • SILVEIRA, Nise da. O mundo das imagens. São Paulo: Ática, 1992.
  • SILVEIRA, Nise da. Nise da Silveira. Brasil, COGEAE/PUC-SP 1992.
  • SILVEIRA, Nise da. Cartas a Spinoza. Rio de Janeiro: Francisco Alves. 1995.
  • SILVEIRA, Nise da. Gatos – A Emoção de Lidar. Rio de Janeiro: Léo Christiano Editorial, 1998.

Nise da Silveira

Nise Magalhães da Silveira

(Maceió, 15 de fevereiro de 1905Rio de Janeiro, 30 de outubro de 1999)

médicapsiquiatrabrasileira

EVENTOS HISTÓRICOS

▒ FALECIMENTOS

15-de-fevereiro-nat-king-cole-cantor-estadunidense

1965Nat King Cole ▒ Nat King Cole, nome artístico de Nathaniel Adams Coles, (Montgomery, 17 de março de 1917 — Santa Mônica, 19 de fevereiro de 1965) foi um cantor e pianista de jazz norte-americano, pai da cantora Natalie Cole.

15-de-fevereiro-nat-king-cole-cantor-estadunidense

O apelido de “King Cole” veio de uma popular cantiga de roda inglesa conhecida como Old King Cole.


15-de-fevereiro-milton-moraes-ator-brasileiro

1993Milton Moraes ▒ Manoelito Soares Moraes, mais conhecido como Milton Moraes (Fortaleza, 4 de setembro de 1930 — Rio de Janeiro, 15 de fevereiro de 1993), foi um ator brasileiro.


15-de-fevereiro-george-gaynes-ator-norte-americano

2016George Gaynes ▒ George Gaynes, nome artístico de George Jongejans (Helsinki, 16 de maio de 1917 – North Bend, 15 de fevereiro de 2016), foi um ator nascido na Finlândia e radicado nos Estados Unidos. Foi uma figura conhecida no cinema e na TV, ficando famoso ao interpretar o Comandante Eric Lassard na série “Loucademia de Polícia” e no seriado da NBC Punky Brewster , como Henry Warnimont, o pai adotivo da personagem principal.

FERIADOS e EVENTOS CÍCLICOS

▒ TRAGÉDIAS da HUMANIDADE

▒ BIO INTERNACIONAL

GALERIA de FOTOS

Legião Urbana • Maiores Sucessos • R$ 10,08 • Download Mp3

Coletânea de músicas da Legião Urbana, com Renato Russo nos vocais. São 18 músicas em Mp3 para download, por R$ 10,08 ♥ Eduardo e Monica • Angra dos Reis • Ainda é cedo • Tempo perdido • Será • Que país é esse • Pais e filhos • Quando o sol bater na janela • Teatro dos Vampiros • Meninos e Meninas • Índios • Eu sei • Há tempos

Bob Marley • Legend • R$ 7,84 • Download Mp3

Coletânea com os maiores sucessos de Bob Marley e The Wailers, do álbum Legend. São 14 músicas em Mp3 para download, por R$ 7,84 ♥ Is This Love • Three Little Birds • Buffalo Soldier • Get Up, Stand Up • Stir It Up • One Love • I Shot The Sheriff • Redemption Song • Satisfy My Soul • Exodus • Jammin’ • Could You Be Loved • No Woman No Cry

15 de Fevereiro – Acontecimentos do Dia

☺ DESTAQUES DE HOJE ▒ NASCIMENTOS • Galileu Galilei • Osvaldo Aranha • Nise da Silveira • Cesar Romero • Irena Sendler • Graham Hill • Sílvia Bandeira • Jane Seymour • Marina Person ▒ FALECIMENTOS • Nat King Cole • Milton Moraes • George Gaynes

21 de Maio • Dia Hoje • Edição 2022

Dia da Língua Nacional e da Diversidade Cultural ♥ Aniversário de Maria Fernanda Cândido • Roberto Frejat • Alexander Pope • Henri Rousseau • Andrei Sakharov • Gracindo Júnior • Nick Cassavetes • Fabiana Scaranzi • Fairuza Balk • Paloma Duarte ♦ CIDADE • Tombos (MG) ♣ ÓBITOS • Rajiv Gandhi • Ruy Mesquita

0 comentário em “15 de Fevereiro • Dia Hoje • Edição 2022

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: