ACONTECIMENTOS DO DIA BLOG Cidades DIA HOJE

Mogi das Cruzes (SP) • Aniversário • 1 de Setembro de 1560

Município do estado de São Paulo. Em 2020 o município já contava com 450.785 habitantes. É o mais populoso município da Região do Alto Tietê, com um IDH de 0,783. A cidade foi fundada em 1560 por exploradores portugueses, eventualmente se tornando um ponto de parada entre São Paulo e Rio de Janeiro

Mogi das Cruzes – SP

1 de setembro de 1560

mogidascruzes.sp.gov.br

Mogi das Cruzes é um município da Microrregião de Mogi das Cruzes, na Mesorregião Metropolitana de São Paulo, no estado de São Paulo, no Brasil.

Em 2020 o município já contava com 450.785 habitantes.

É o mais populoso município da Região do Alto Tietê, com um IDH de 0,783.

Pertence a região leste da Região Metropolitana de São Paulo, a cidade está localizada a cerca de 70 quilômetros da capital São Paulo.

Localização


Mogi das Cruzes está situada na região leste da Grande São Paulo, no Alto Tietê.

O ponto de referência é o marco zero, um obelisco instalado na Praça Coronel Benedito de Almeida, em frente à Igreja Matriz Catedral Sant’Ana.

Os limites são Arujá a noroeste, Santa Isabel a noroeste e norte, Guararema a nordeste, Biritiba- Mirim a leste, Bertioga e Santos a sul, Santo André a sudoeste, Suzano a sudoeste e oeste e Itaquaquecetuba a oeste.

Após a capital, Mogi das Cruzes é o maior município em área da Grande São Paulo, com 713,291 quilômetros quadrados.

A cidade foi fundada em 1560 por exploradores portugueses, eventualmente se tornando um ponto de parada entre São Paulo e Rio de Janeiro.

Topônimo

“Mogi” é um nome de origem tupi antiga: significa “rio das cobras“, através da junção de moîa, mboîa, “cobra” e ‘y, “rio”,[8] referindo-se ao Tietê, o qual, em seu alto curso, cruza o município.

Ao longo dos anos, a grafia M’Boijy foi alterada para Boigy, depois para Mogy, Moji e finalmente para Mogi.

Segundo as normas ortográficas vigentes da língua portuguesa, este topônimo deveria ser grafado Moji pois prescreve-se o uso da letra “j” para a grafia de palavras de origem tupi-guarani.

Catedral de Santa Ana — Mogi das Cruzes (SP)

História

Ver artigo principal: História de Mogi das Cruzes

Mogi das Cruzes começou como um povoado, por volta de 1560, servindo como um ponto de repouso aos bandeirantes e exploradores indo e vindo de São Paulo, entre eles Brás Cubas. Gaspar Vaz Guedes foi responsável pela abertura da primeira estrada entre a capital e Mogi, iniciando o povoado, posteriormente elevado à “Vila”, com o nome “Vila de Sant’Ana de Mogi Mirim”.[9] O fato foi oficializado em 1º de setembro de 1611. Em 13 de março de 1865 foi elevada à cidade, e em 14 de abril de 1874 à comarca.

Mogi das Cruzes acolhe colônias de todos os cantos do mundo, com destaque especial para a colonização japonesa, com uma grande quantidade de japoneses e seus descendentes (aproximadamente 20% segundo a prefeitura), que já estão em sua terceira geração no município.

Além disso, o município possui uma considerável população nordestina, sendo que a maioria veio para a capital estadual e, depois, mudou-se para Mogi das Cruzes em busca de melhor qualidade de vida. [10]

Geografia

Mogi das Cruzes situa-se a uma altitude média de 780 metros. Seu ponto mais alto é o Pico do Urubu com 1 160 metros, localizado na Serra do Itapety. O município é cortado por duas serras: a Serra do Mar e a Serra do Itapety e ainda pelo Rio Tietê. Em seu território se encontram duas represas que fazem parte do Sistema Produtor do Alto Tietê, os reservatórios de Taiaçupeba e do rio Jundiaí.

 

Clima

O clima do município, como em toda a Região Metropolitana de São Paulo, é o subtropical, tipo Cwa.

O verão é pouco quente e chuvoso; o inverno, ameno e subseco.

A média de temperatura anual gira em torno dos 17 °C, sendo o mês mais frio julho (média de 13 °C) e o mais quente fevereiro (média de 20 °C).

Transportes

Trens

O município é servido pelos trens da Linha 11 da CPTM da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e conta com quatro estações ferroviárias[24]:

Estação Ferroviária — Mogi das Cruzes (SP)

Ônibus

Duas empresas são responsáveis por fornecer e operar os ônibus municipais: a CS Brasil e a Princesa do Norte. Os ônibus são integrados pelo Sistema Integrado Mogiano, que separa a cidade em oito regiões diferentes. É possível realizar a integração com linhas diferentes com o passe eletrônico SIM.[25]

Há dois terminais de ônibus na cidade: o Terminal Central, que se interliga a Estação Mogi das Cruzes da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos e o Terminal Estudantes, que fica próximo da estação de mesmo nome, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos.

Também faz parte da Área 4 da Empresas Metropolitanas de Transportes Urbanos, com o Consórcio Unileste, com linhas intermunicipais, que ligam a cidade com as demais cidades da região do Alto Tietê e com a capital estadual.

Há ainda os ônibus rodoviários que partem do Terminal Rodoviário Geraldo Scavone, para a capital e litoral, além de outros estados.

Entrada da cidade – Pórtico japonês — Mogi das Cruzes (SP)

Rodovias

O município é cortado e servido pelas seguintes rodovias estaduais:

  • SP-39 Estrada das Varinhas (Rodovia Engenheiro Cândido do Rego Chaves);
  • SP-43 Estrada Quatinga-Barroso;
  • SP-66 Estrada Velha São Paulo-Rio e Mogi- Guararema (Rodovia Henrique Eroles);
  • SP-70 Rodovia Ayrton Senna;
  • SP-88 Mogi-Dutra (Rodovia Pedro Eroles) e Mogi- Salesópolis-Pitas (Rodovia Prof. Alfredo Rolim de Moura);
  • SP-98 Mogi-Bertioga (Rodovia Dom Paulo Rolim Loureiro);
  • SP-102 Rodovia Prefeito Francisco Ribeiro Nogueira.

Educação

No ensino básico (ensino fundamental e ensino médio), de acordo como o Ministério da Educação, entre as dez escolas com médias mais elevadas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica da Região do Alto Tietê, cinco estão no município – incluindo a que conquistou o primeiro lugar entre as instituições do primeiro ciclo do ensino fundamental (1ª a 4ª série), a Escola Municipal Professor Jair Rocha Batalha, que obteve nota 6,5 em uma escala de 0 a 10. A nota coloca a escola entre as poucas do país com qualidade de escola de país desenvolvido. Para entrar neste grupo, uma escola deve obter uma nota maior ou igual a 6 no IDEB.[26]

Parque da Cidade

Em relação ao ensino técnico, a cidade abriga diversas escolas técnicas particulares e a escola técnica pública ETEC Presidente Vargas, vinculada ao Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, fundada em 1948 e em funcionamento desde 1957.[27]

Mogi das Cruzes conta com duas universidades de grande porte, a Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) e a Universidade Braz Cubas (UBC), duas faculdades (Clube Náutico Mogiano e Instituto de Filosofia e Teologia Paulo VI), uma unidade de educação a distância da Universidade Norte do Paraná – UNOPAR, e um campus da Faculdade de Tecnologia de Mogi das Cruzes (FATEC), sendo esta última vinculada ao Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza.[28]

Mogi Shopping — Mogi das Cruzes (SP)

Economia

Mogi das Cruzes tem uma economia diversificada. Possui uma agricultura muito forte: é o maior polo produtor de hortaliças, cogumelos, caqui, orquídeas e nêsperas do Brasil. Por outro lado, é uma cidade que vive uma expansão industrial forte, com 891 indústrias, entre elas a General Motors (GM), Júlio Simões Logística (JSL), a Valtra, controlada pela AGCO Corporation, que é a maior fabricante de tratores agrícolas do Brasil, a Imerys do Brasil, indústria química, a Kimberly Clark, empresa no setor de higiene e bem-estar e a Gerdau. O setor industrial emprega 20 mil pessoas.

Parque Centenário da Imigração Japonesa — Mogi das Cruzes (SP)

Turismo

Um levantamento feito pela prefeitura constatou que o município tem cinco principais atrações turísticas: Pico do Urubu (Serra do Itapeti), Parque Centenário (César de Sousa), Parque Leon Feffer (Brás Cubas), Pedreira de Sabaúna e a Represa do Rio Jundiaí (Taiaçupeba).

O Parque Centenário da Imigração Japonesa foi inaugurado em 2008 pelo então prefeito Junji Abe, em comemoração aos 100 anos do estabelecimento da colônia japonesa na cidade e no país.[32][33] [34]

Filhos Ilustres

1 de Setembro – Aniversário da cidade — Mogi das Cruzes (SP) — 457 Anos em 2017.

OUTRAS CIDADES ANIVERSARIANTES

Dados do IBGE

01

Aliança (PE)

01

Cana Verde (MG)

01

Ewbank da Câmara (MG)

01

Igaporã (BA)

01

Ipiaçu (MG)

01

Itiruçu (BA)

01

Jardim do Seridó (RN)

01

Mogi das Cruzes (SP)

01

Passa Quatro (MG)

01

Salto do Céu (MT)

01

Serra do Salitre (MG)

01

Tomé-Açu (PA)

25 de Setembro • Dia Hoje • Edição 2021

Dia do Rádio e da Radiodifusão ♥ Aniversário de Mesquita (RJ) • Will Smith • Roquette-Pinto • Michael Douglas • Glória Pérez • Clodoaldo • Mark Hamill • Christopher Reeve • Amyr Klink • Scottie Pippen • Catherine Zeta-Jones • Zé Elias ♦ FATOS • Carta dos Direitos • Rádio Tupi RJ • Ruanda • Belize • Vôlei 1982 ♣ ÓBITOS • John Bonham

Três Corações (MG) • Aniversário • 23 de Setembro de 1884

Município brasileiro do estado de Minas Gerais. Com 78.999 habitantes e cerca de 828 km², é um dos principais centros urbanos do sul do estado. Situa-se a cerca de 287 km de distância da capital estadual, Belo Horizonte. É a terra natal do Pelé. Seu IDH é de 0,744 — alto. Destaque para a Universidade Vale do Rio Verde (UninCor)

São Gonçalo (RJ) • Aniversário • 22 de Setembro de 1890

Município da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, no estado do RJ, Brasil. Sua população é de 1.098.357 habitantes (2021). Seu IDH é de 0,739 — alto. É o 16º município mais populoso do país e a 3ª maior cidade não capital do Brasil. Sua temperatura média é de 28ºC. Destaque para o campus da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Petrolina (PE) • Aniversário • 21 de Setembro de 1895

Município brasileiro do interior do estado de Pernambuco, região nordeste do país. Sua população era de 359.372 habitantes em 2020. Seu IDH é de 0,702 — alto. A cidade tem uma temperatura média anual de 35,8 °C, tendo a caatinga como sua vegetação nativa e predominante. O território começou sua história com os frades franciscanos

Itapeva (SP) • Aniversário • 20 de Setembro de 1769

Município brasileiro do sudoeste paulista. Sua população era de 94.354 habitantes em 2020. Seu IDH é de 0,732 — alto. A cidade é um entreposto comercial e de escoamento da produção agrícola de todo o extremo sul de São Paulo, além de ser a maior cidade desta região. Está entre as 100 melhores cidades brasileiras com até 100 mil pessoas

Guarapari (ES) • Aniversário • 19 de Setembro de 1891

Município brasileiro do estado do Espírito Santo. Sua população é de 122.982 hab (2018). Cidade praiana com clima tropical atlântico e temperaturas agradáveis. Sua distância da capital Vitória, é de 51 Km. Seu IDH é de 0,731 — alto. Dentre todos os atrativos turísticos de Guarapari, a culinária capixaba é um dos destaques

Feira de Santana (BA) • Aniversário • 18 de Setembro de 1833

Município brasileiro do estado da Bahia. Está a 108 Km da capital, Salvador. Sua população é de 624.107 habitantes (2021). Seu IDH é de 0,712 — alto. Feira de Santana foi a primeira cidade da América Latina a ter um plano diretor. E é o principal centro urbano, político, educacional, tecnológico, econômico, cultural e comercial do interior da Bahia

0 comentário em “Mogi das Cruzes (SP) • Aniversário • 1 de Setembro de 1560

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: