ACONTECIMENTOS DO DIA BLOG Cidades DIA HOJE

Americana (SP) • Aniversário • 27 de Agosto de 1875

Americana é um município da Microrregião de Campinas, no estado de São Paulo, Brasil. Em 2011, sua população foi estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística em 242 018 habitantes. Na vegetação original do município, predomina a mata atlântica. Seu IDH é 0,840, considerando elevado para o país.

Americana – SP

27 de agosto de 1875

americana.sp.gov.br

Americana é um município da Microrregião de Campinas, na Mesorregião de Campinas, no estado de São Paulo, no Brasil.

Em 2011, sua população foi estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística em 242 018 habitantes,[8] sendo que, em 2010, era o 34º município mais populoso do estado de São Paulo e o terceiro mais populoso da Região Metropolitana de Campinas.

Localiza-se a noroeste da capital do estado, distando desta cerca de 126 quilômetros.

Ocupa uma área de 133,630 quilômetros quadrados, sendo que 50,750 quilômetros quadrados estão em perímetro urbano e os 82,88 quilômetros quadrados restantes constituem a zona rural.[7] 

A sede tem uma temperatura média anual de 21,8 graus centígrados.

Na vegetação original do município, predomina a mata atlântica.

Com uma taxa de urbanização da ordem de 98 por cento, o município contava, em 2009, com 80 estabelecimentos de saúde.

Prefeitura — Americana (SP)

O seu Índice de Desenvolvimento Humano é de 0,840, considerando-se assim como elevado em relação ao resto do país, sendo o 19° maior índice de desenvolvimento humano do estado.[8]

Americana faz parte do chamado “Complexo Metropolitano Expandido, que ultrapassa os 29 milhões de habitantes e que compõe aproximadamente 75 por cento da população do estado.

As regiões metropolitanas de Campinas e de São Paulo já formam a primeira macrometrópole do hemisfério sul.[9]


 

Foi povoada majoritariamente por luso-brasileiros, escravizados afro-brasileiros, imigrantes estadunidenses e, mais tarde, também por italianos, cujos descendentes, os ítalo-brasileiros, chegaram a formar o maior grupo étnico.

Houve uma razoável imigração de norte-americanos àquela região, que se tornou a famosa por estes.

Quando chegou a estrada de ferro, a estação foi chamada de “Villa dos Americanos”, tamanho o destaque dos norte- americanos.

Os imigrantes trouxeram avanços nas atividades agrícolas e a descoberta da indústria têxtil como vocação econômica americanense, sendo que, ainda hoje, é uma importante fonte de renda, juntamente com outros ramos da indústria e do comércio.

No setor cultural, destacam-se espaços culturais como o Teatro de Arena Elis Regina, o Teatro Municipal de Americana e o Museu de Arte Contemporânea de Americana.

Basílica Santuário de Santo Antônio de Pádua, no centro da cidade — Americana (SP)

A Igreja Matriz de Santo Antônio, construída entre 1950 e 1977 em estilo neoclássico, é um dos principais monumentos religiosos tanto de Americana quanto da Região Metropolitana de Campinas.

História

Os primeiros registros sobre a ocupação do território de Americana datam do final do século XVIII quando Domingos da Costa Machado I adquiriu uma sesmaria da coroa entre os municípios de Vila de São Carlos (atual Campinas) e Vila Nova da Constituição (atual Piracicaba e posteriormente Santa Bárbara d’Oeste).

Nesta região foram formadas várias fazendas e pequenas propriedades rurais, sendo as principais delas a Fazenda Salto Grande, a Machadinho e a Palmeiras.

Parque Ecológico — Americana (SP)

Em 1866, as terras da região começaram a ser efetivamente povoadas por imigrantes norte-americanos sulistas, que após o fim da Guerra Civil Americana se refugiaram na região.

O primeiro a chegar foi o coronel William Hutchinson Norris, advogado e ex-senador pelo estado do Alabama, que se instalou em terras próximo a casa sede da Fazenda Machadinho e do Ribeirão Quilombo.

Em 1867 o resto de sua família chega ao Brasil acompanhado de dezenas de outras famílias de confederados, que aqui se instalaram para refazerem suas vidas como agricultores.

Estas famílias se instalaram em vários pontos da região da Vila de Santa Bárbara, trazendo novas técnicas de cultivo, como o arado e o trole, e também a espécie de melancia conhecida como “Cascavel da Geórgia”. [10]

Surgimento da vila

O surgimento da vila que originou Americana é controverso, mas pode-se enumerar uma série de fatores que contribuíram para isso.

O principal deles, sem dúvida, foram as obras de prolongamento da linha tronco da Cia. Paulista e a construção da Estação de Santa Bárbara.

Foi decidido que a estação seria construída defronte com a casa-sede da Fazenda Machadinho, de propriedade de Basílio Bueno Rangel.

Século XX


A Vila dos Americanos

A pequena vila formada ao redor da estação não tinha um nome oficial.

Este fato gerou um grande problema para os seus moradores, que tinham dificuldades para se corresponderem.

A Villa Americana em 1906 — Americana (SP)

As cartas eram destinadas a “Vila da Estação de Santa Bárbara”, mas eram entregues na “Vila de Santa Bárbara”, e acabavam sendo perdidas, numa época em que este era o principal, senão o único, meio de comunicação das pessoas.

Em 1900, a Cia. Paulista decide mudar seu nome para Estação de “Villa Americana”.[14]

Este nome foi escolhido por causa dos americanos confederados que moravam na vila.

Logo a vila ficou conhecida pela consagração popular como “vila dos americanos” ou “vila americana”.

Em 1901, a falida Fábrica de Tecidos Carioba é arrematada em um leilão pelo Comendador alemão Franz Müller, em associação com seu irmão Hermann Theodor, e com o capitalista inglês Rawlinson.[14]

A emancipação


Após a elevação da vila à categoria de distrito, viu-se um rápido desenvolvimento.

Em 12 de novembro de 1924, foi criado o Município de Villa Americana,[18][19] composto de dois distritos: o de Villa Americana e o de Nova Odessa, que mais tarde daria origem ao município de Nova Odessa.[14]

Foto aérea da cidade — Americana (SP)

Região Metropolitana

Ver artigo principal: Região Metropolitana de Campinas

O intenso processo de conurbação atualmente em curso na região vem criando uma metrópole cujo centro está na cidade de Campinas, atingindo vários municípios, como Sumaré, Indaiatuba, Hortolândia, Santa Bárbara d’Oeste, Valinhos, Itatiba e Paulínia, além de Americana.

A Região Metropolitana de Campinas (RMC) foi criada pela lei complementar estadual 870, de 19 de junho de 2000, e atualmente é constituída por 19 municípios, sendo a nona maior aglomeração urbana do Brasil, com 2 798 477 habitantes.[8]

Complexo Industrial Carioba, construído no final do século XIX, uma das primeiras fábricas têxteis do estado de São Paulo — Americana (SP)

É uma das mais dinâmicas no cenário econômico brasileiro e representa 2,7% do Produto Interno Bruto nacional e 7,83% do produto interno bruto paulista, ou seja, cerca de 77,7 bilhões de reais por ano.[23]

Americana faz parte do chamado “Complexo Metropolitano Expandido“, que ultrapassa os 29 milhões de habitantes, aproximadamente 75 por cento da população do estado paulista inteiro.

As regiões metropolitanas de Campinas e de São Paulo já formam a primeira megalópole (ou macrometrópole) do hemisfério sul, unindo 65 municípios que juntos abrigam mais de 12% da população brasileira.[9]

Clima

O clima de Americana é tropical de altitude (tipo Cwa segundo Köppen),[29][30] com diminuição de chuvas no inverno e temperatura média anual de 21,8 °C, tendo invernos secos e amenos (raramente frios de forma demasiada) e verões chuvosos com temperaturas moderadamente altas.

Economia

O Produto Interno Bruto (PIB) de Americana é o quarto maior da Região Metropolitana de Campinas, o vigésimo maior do estado de São Paulo e o 75 de todo o país.[6]

Foto aérea da cidade — Americana (SP)

De acordo com dados do IBGE, relativos a 2009, o PIB do município era de R$ 6 126 171 mil.[6] 754 640 mil são de impostos sobre produtos líquidos de subsídios a preços correntes. [57]

O PIB per capita é de R$ 29 850,41[6] e em 2000 o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de renda era de 0,801, sendo que o do Brasil naquele ano era de 0,723.[38]

Transportes

Por via terrestre, o município possui fácil acesso às rodovias Anhanguera, dos Bandeirantes, Dom Pedro I e Luiz de Queiroz, além de estar ligado às rodovias de importância estadual e até nacional através de rodovias vicinais pavimentadas e com pista dupla. [91]

O Aeroporto Augusto de Oliveira, situado na cidade, possui pista asfaltada, iluminada para voos noturnos, com balizamento e dimensões de 1100×18 metros. [92]

Ainda há um terminal rodoviário, fornecendo saídas para vários destinos do estado de São Paulo ou do país.[93]

A Secretaria de Transporte e Sistema Viário (Setransv) é o órgão responsável por coordenar o transporte público do município.[94]

Biblioteca Municipal — Americana (SP)

Educação

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) médio entre as escolas públicas de Americana era, no ano de 2009, de 5,5; valor acima ao das escolas municipais e estaduais de todo o Brasil, que é de 4,0%.[62]

O valor do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da educação era de 0,928 (classificado como muito elevado), enquanto o do Brasil é 0,849.[38]


 

OUTRA CIDADES ANIVERSARIANTES

Dados do IBGE

27

Americana (SP)

27

Candói (PR)

27

Correntes (PE)

27

Ielmo Marinho (RN)

27

Imaruí (SC)

27

Itobi (SP)

27

Matão (SP)

27

Mauriti (CE)

27

Minador do Negrão (AL)

27

Palestina (AL)

27

Santa Cruz de Goiás (GO)

27

Santa Quitéria (CE)

27

São Vicente Ferrer (MA)

18 de Setembro • Dia Hoje • Edição 2021

Dia do Chile e do Doador de Medula Óssea ♥ Aniversário de Feira de Santana (BA) • Jada Smith • Greta Garbo • Jean Foucault • Sinhô • Oswaldo Brandão • Eloísa Mafalda • D. D. Ramone • Sérgio Britto • James Gandolfini • Arthur Nory ♣ ÓBITOS • Jimi Hendrix • Henriqueta Brieba ♦ FATOS • Capitólio • Chile • NYT • América • CBS • TV Tupi

Feira de Santana (BA) • Aniversário • 18 de Setembro de 1833

Município brasileiro do estado da Bahia. Está a 108 Km da capital, Salvador. Sua população é de 624.107 habitantes (2021). Seu IDH é de 0,712 — alto. Feira de Santana foi a primeira cidade da América Latina a ter um plano diretor. E é o principal centro urbano, político, educacional, tecnológico, econômico, cultural e comercial do interior da Bahia

Alvorada (RS) • Aniversário • 17 de Setembro de 1965

Município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul. Sua população é de 207.392 habitantes. Pertence à Grande Porto Alegre, está a 21 Km da capital. Seu IDH é de 0,768 — alto. O limite natural de Alvorada e Porto Alegre é o Arroio Feijó, um afluente do Rio Gravataí. Possui quatro instituições de ensino superior

Ituiutaba (MG) • Aniversário • 16 de Setembro de 1901

Município do interior do estado de Minas Gerais. Sua população, de acordo com estimativas de 2020 do Instituto Brasileiro de Geografia e estatística (IBGE), era de 105.255 habitantes. O município teve vários nomes no decorrer de sua história. Seu IDH é de 0,739 — alto. Ituiutaba tem quatro universidades

Ponta Grossa (PR) • Aniversário • 15 de Setembro de 1823

Município brasileiro localizado no centro do estado do Paraná, distante 103 quilômetros da capital Curitiba. Tem uma população estimada de 355.336 habitantes (2020). Seu IDH é de 0,763 — alto. É o maior parque industrial do interior e o principal entroncamento rodoferroviário do estado

Viamão (RS) • Aniversário • 14 de Setembro de 1741

Município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul. Sua população é de 256.302 habitantes (2020). Seu IDH é de 0,808 — muito alto. Viamão está a 25 quilômetros de Porto Alegre, capital do estado. O município oferece vários locais de interesse ecológico e de turismo, como o Parque Estadual de Itapuã

Uruará (PA) • Aniversário • 13 de Setembro de 1987

Município brasileiro do estado do Pará. Possui uma população estimada de 44.370 habitantes. Seu IDH é de 0,589 — baixo. Clima equatorial, típico da Amazônia, possibilitando viagens e passeios em todos os períodos do ano. A cidade possui balneários e diversas corredeiras d’água, com temperaturas médias de 32 °C

0 comentário em “Americana (SP) • Aniversário • 27 de Agosto de 1875

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: