5 - MAIO BLOG DIA HOJE MESES

5 de Maio • Dia Hoje • Edição 2022

Dia da Língua Portuguesa e das Comunicações ♥ Aniversário de Beth Carvalho • Cândido Rondon • Chitãozinho • Paulo Gorgulho • Wilson Sideral • Adele • Chris Brown • Søren Kierkegaard • Karl Marx • Lars Ericsson • Tyrone Power • Divaldo Franco ♦ CIDADE • Garça (SP) ♣ ÓBITOS • Mario Quintana • Peu Sousa

DESTAQUES DO DIA

♥ NASCIMENTOS • Beth Carvalho • Cândido Rondon • Chitãozinho • Paulo Gorgulho • Wilson Sideral • Adele • Chris Brown • Søren Kierkegaard • Karl Marx • Lars Ericsson • Nellie Bly • Tyrone Power • Alice Faye • Dalva de Oliveira • Divaldo Franco • Jim Kelly ♦ CIDADE • Garça (SP) ♣ ÓBITOS • Mario Quintana • Peu Sousa

COMEMORAÇÕES

CIDADES ANIVERSIANTES

• Alto Paraná (PR)
• Aparecida (PB)
• Assunção (PB)

 

CIDADES ANIVERSIANTES

• Biritiba-Mirim (SP)
• Capim (PB)
• Cuité de Mamanguape (PB)
• Curral de Cima (PB)
• Garça (SP)
• Goiana (PE)
• Ibicuitinga (CE)
• Lajeado (TO)
• Marcação (PB)
• Maruim (SE)
• Montenegro (RS)
• Pedras de Fogo (PB)
• Riachão do Poço (PB)
• São João do Cariri (PB)
• Segredo (RS)
• Uraí (PR)

FONTES: WIKIWANDIBGECALENDARR

DIA HOJE

Beth Carvalho

Elizabeth Santos Leal de Carvalho

(Rio de Janeiro, 5 de maio de 1946 — Rio de Janeiro, 30 de abril de 2019)

cantora, compositora e instrumentista brasileira

Desde que começou a fazer sucesso, na década de 1970, Beth se tornou uma das maiores intérpretes do samba, ajudando a revelar nomes como Luiz Carlos da Vila, Jorge Aragão, Zeca Pagodinho, Almir Guineto, grupo Fundo de Quintal, Arlindo Cruz[2] e Quinteto em Branco e Preto.[3][4]

A carreira de Beth Carvalho se originou na bossa nova.

No início de 1968 participou no movimento Musicanossa, criado pelos músicos Armando Schiavo, e Hugo Bellard.[8]

Os espetáculos eram realizados no Teatro Santa Rosa, em Ipanema, onde teve a oportunidade de gravar uma das suas canções “O Som e o Tempo”, no longplay do Musicanossa.

Nesta época ela gravou com o cantor Taiguara, pela gravadora Emi-Odeon. Em 1965, gravou o seu primeiro compacto simples com a música Por Quem Morreu de Amor, de Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli.

Em 1966, já envolvida com o samba, participou do show A Hora e a Vez do Samba, ao lado de Nelson Sargento e Noca da Portela.

Vieram os festivais e Beth participou de quase todos: Festival Internacional da Canção (FIC), Festival Universitário, Brasil Canta no Rio, entre outros.

No FIC de 68, conquistou o 3º lugar com Andança, de Edmundo Souto, Paulinho Tapajós e Danilo Caymmi, e ficou conhecida em todo o país.

Além de seu primeiro grande sucesso, Andança é o título de seu primeiro LP lançado no ano seguinte.

A partir de 1973, passou a lançar um disco por ano e se tornou sucesso de vendas, emplacando vários sucessos como 1.800 Colinas, Saco de Feijão, Olho por Olho, Coisinha do Pai, Firme e Forte, Vou Festejar, Acreditar, Mas Quem Disse que Eu te Esqueço.

Beth Carvalho é reconhecida por resgatar e revelar músicos e compositores do samba.

Beth Carvalho com Cartola.

Em 1972, buscou Nelson Cavaquinho para a gravação de Folhas Secas e em 1975 fez o mesmo com Cartola, ao lançar As Rosas Não Falam.

Pagodeira, conheceu a fertilidade dos compositores do povo e, mais do que isso, conheceu os lugares onde estavam, onde viviam, onde cantavam e tocavam.

Frequentadora assídua dos pagodes, entre eles os do bloco carnavalesco Cacique de Ramos, Beth Carvalho revelou artistas como o grupo Fundo de Quintal, Zeca Pagodinho, Almir Guineto, Sombra, Sombrinha, Arlindo Cruz, Luiz Carlos da Vila, Jorge Aragão , Bezerra da Silva e muitos outros.

Por essa característica, Beth ganhou a alcunha de “Madrinha do Samba”. Mais do que isso, a cantora trouxe um novo som ao samba, porque introduziu em seus shows e discos instrumentos como o banjo com afinação de cavaquinho, o tantã e o repique de mão, que até então eram utilizados exclusivamente nos pagodes do Cacique.

Morte

Beth Carvalho faleceu em 30 de abril de 2019, aos 72 anos de idade.

Estava internada desde o dia 8 de janeiro, no Hospital Pró-Cardíaco Rio.

A causa foi uma infecção generalizada.[27] O velório aconteceu no Salão Nobre da sede do Botafogo de Futebol e Regatas.

Miele, João Nogueira, Elizeth Cardoso, Dona Ivone Lara e Beth Carvalho.

A morte de Beth repercutiu no meio cultural, artístico e político.[28][29] 

Estação Primeira de Mangueira, em suas redes sociais lembrou de Beth como “um dos mais importantes nomes do samba e voz que cantava com alma as cores de nosso pavilhão”.[30] 

Cacique de Ramos, lembrou da trajetória artística “firmando-se como madrinha de uma geração de sambistas, e também da nossa agremiação”.[31] 

Maria BethâniaNelson SargentoLeandro VieiraDiogo NogueiraMoacyr LuzZeca PagodinhoGilberto GilCaetano VelosoElza SoaresGal CostaPériclesRegina CaséDaniela MercuryMaria RitaLuiz Antonio Simas, dentre outros, usaram as redes sociais para homenagear a cantora.

Ativismo

Era admiradora de Leonel Brizola, Fidel Castro e Hugo Chávez.[10]

Era torcedora do Botafogo[17] e filiada ao PDT.

Apoiou Brizola nas eleições de 1989 e 1994 e Luiz Inácio Lula da Silva em todas suas campanhas presidenciais.

Entoou o jingle ”La la la la Brizola”[18] e integrou o coro que entoou o jingleLula Lá” em 1989.[10]

Em 2010, apoiou a candidatura de Dilma Rousseff à Presidência.

Em 2014, apoiou sua reeleição.  Também apoiava o MST. [19][20]

Apoiou o Movimento Lula Livre, que pedia a liberdade do ex-presidente Lula.[21]

Festivais

Aos dezenove anos fica em terceiro lugar no III Festival Internacional da Canção de 1968, com a canção Andança, sendo seus compositores Paulinho Tapajós, Danilo Caymmi e Edmundo Souto, vocal: Golden Boys, da TV Globo – Canal 4, do Rio de Janeiro, atual Rede Globo.

Mas participou também, dos festivais de música das TV Excelsior, TV Record e TV Tupi.

É estudiosa dos sambas brasileiros.

Chegando a trabalhar com o legendário escritor e compositor Nelson Sargento.

Beth Carvalho

Elizabeth Santos Leal de Carvalho

(Rio de Janeiro, 5 de maio de 1946 — Rio de Janeiro, 30 de abril de 2019)

cantora, compositora e instrumentista brasileira

NASCIMENTOS

1818Karl Marx ▒ Karl Marx (Tréveris, 5 de maio de 1818Londres, 14 de março de 1883)[9] foi um filósofo, sociólogo, jornalista e revolucionário socialista.

Nascido na Prússia, ele mais tarde se tornou apátrida e passou grande parte de sua vida em Londres, no Reino Unido.

A obra de Marx em economia estabeleceu a base para muito do entendimento atual sobre o trabalho e sua relação com o capital, além do pensamento econômico posterior.[10][11][12] [13]

Ele publicou vários livros durante sua vida, sendo que O Manifesto Comunista (1848) e O Capital (1867-1894) são os mais proeminentes.

1813Søren Kierkegaard ▒ Søren Aabye Kierkegaard (Copenhague, 5 de maio de 1813 – Copenhague, 11 de novembro de 1855) foi um filósofo e teólogo dinamarquês.


1846Lars Magnus Ericsson ▒ Lars Magnus Ericsson (5 de maio de 1846 – 17 de dezembro de 1926) foi um inventor sueco e fundador da Ericsson, gigante mundial do ramo de Telecomunicações. Lars Magnus nasceu em Värmskog, Värmland.


1864Nellie Bly ▒ Elizabeth Cochran Seaman (Cochran’s Mills 5 de maio de 1864 — Nova Iorque, Nova York, 27 de janeiro de 1922) mais conhecida pelo pseudônimo Nellie Bly, foi uma jornalista estadunidense. Foi também escritora, inventora, administradora e voluntária em obras de caridade, mais conhecida por sua viagem de circunavegação do globo em 72 dias, simulando a viagem ficcional de Phileas Fogg, no livro de Júlio Verne.


1914Tyrone Power ▒ Tyrone Edmund Power, Jr. (Cincinnati, 5 de maio de 1914 – Madrid, 15 de novembro de 1958), creditado geralmente sob o nome Tyrone Power e conhecido, algumas vezes, como “Ty Power”, foi um ator de cinema e de teatro estadunidense, que atuou em diversos filmes entre os anos 30 e 50.


1915Alice Faye ▒ Alice Faye, nome artístico de Alice Jeane Leppert (Nova York, 5 de maio de 1915 – Rancho Mirage, 9 de maio de 1998) foi uma atriz e cantora estadunidense.


1917Dalva de Oliveira ▒ Vicentina de Paula Oliveira, conhecida como Dalva de Oliveira, (Rio Claro SP, 5 de maio de 1917 — Rio de Janeiro, 30 de agosto de 1972) foi uma cantora brasileira. Segundo a revista Rolling Stone, Dalva de Oliveira foi uma das maiores vozes da música brasileira de todos os tempos.


1927Divaldo Pereira Franco ▒ Divaldo Pereira Franco, mais conhecido como Divaldo Franco ou simplesmente Divaldo (Feira de Santana, 5 de maio de 1927) é um professor, médium, filantropo e orador espírita brasileiro.

1946Jim Kelly ▒ James Milton Kelly (Paris, Kentucky, 5 de maio de 1946 – San Diego, 29 de junho de 2013) foi um ator, artista marcial e jogador de tênis americano que apareceu em filmes do gênero das artes marciais na década de 1970. Ele se tornou conhecido em 1973 por sua atuação no filme Enter the Dragon, ao lado do lendário Bruce Lee.


1954Chitãozinho ▒ José Lima Sobrinho (Astorga, 5 de maio de 1954), mais conhecido como Chitãozinho, músico e membro da dupla brasileira de música sertaneja, Chitãozinho & Xororó. A dupla, formada com o irmão Durval de Lima (Xororó) é recordista em vendas de discos no Brasil com mais de 35 milhões de álbuns e já ganhou três prêmios Grammy Latino.


1959Paulo Gorgulho ▒ Paulo Gorgulho (São Lourenço, Minas Gerais, 5 de maio de 1959) é um ator brasileiro. Ficou conhecido por atuar na novela Pantanal e no filme O Cangaceiro, ambos na década de 90, além de ter interpretado Anrão, pai de Moisés na novela Os Dez Mandamentos em 2015. Formado pela EAD (USP), surgiu na televisão na telenovela Carmem, em 1987, mas estourou mesmo como galã em Pantanal, de 1990, gigantesco sucesso da extinta Rede Manchete.


1975Wilson Sideral ▒ Wilson Sideral (Alfenas – MG, 5 de maio de 1975) é um cantor, compositor, guitarrista e produtor musical brasileiro. Com cinco álbuns de estúdio lançados e um EP (#Singles), o artista está agora em turnê com o seu recente trabalho “Canções de Computador” (2014).


1988Adele ▒ Adele Laurie Blue Adkins MBE (Londres, 5 de maio de 1988), mais conhecida como Adele, é uma cantora, compositora e multi- instrumentista britânica. Entre os principais prêmios vencidos durante sua carreira estão quinze Grammy Awards, oito Brit Awards, um Golden Globe Award e um Oscar. Foi a primeira artista a receber o prêmio Critics Choice do Brit Awards e foi nomeada “Artista Revelação”, em 2008, pelos críticos da BBC.

1989Chris Brown ▒ Christopher Maurice Brown (Tappahannock, 5 de maio de 1989) mais conhecido como Chris Brown é um cantor, compositor e dançarino norte-americano. Lançou seu primeiro álbum com apenas 16 anos de idade intitulado Chris Brown.

 

DESTAQUE

Cândido Rondon

Cândido Mariano da Silva Rondon, mais conhecido como Marechal Rondon (Santo Antônio de Leverger, 5 de maio de 1865 – Rio de Janeiro, 19 de janeiro de 1958), foi um militar e sertanista brasileiro.

De origem indígena por parte de seus bisavós maternos (Bororó e Terena) e bisavó paterna (Guará), Rondon tornou-se órfão precocemente, tendo sido criado pelo tio e, depois de sua morte, transferiu-se para o Rio de Janeiro para ingressar na Escola Militar desta cidade,[1] pois além dos estudos serem gratuitos, os alunos da escola recebiam, desde que assentassem praça, soldo de sargento.

Alistou-se no 3º Regimento de Artilharia a Cavalo em 1881.

Dentre outros estudos, cursou Matemática e Ciências Físicas e Naturais da Escola Superior de Guerra.[1]

Ainda estudante, teve participação nos movimentos abolicionista e republicano.

Foi nomeado chefe do Distrito Telegráfico de Mato Grosso.[1]

Foi então designado para a Comissão de Construção da linha telegráfica que ligaria Mato Grosso e Goiás.

O governo republicano tinha preocupação com a região oeste do Brasil, muito isolada dos grandes centros e em regiões de fronteira.

Assim decidiu melhorar as comunicações construindo linhas telegráficas para o Centro-Oeste.

O major Cândido Mariano Rondon, com seu Ford de Bigode.

Rondon cumpriu essa missão abrindo caminhos, desbravando terras, lançando linhas telegráficas, fazendo mapeamentos do terreno e principalmente estabelecendo relações cordiais com os índios

Manteve contato com muitas tribos indígenas, entre elas os Bororo, Nhambiquara, Urupá, Jaru, Karipuna, Ariquemes, Boca Negra, Pacaás Novo, Macuporé, Guaraya, Macurape.

Marechal Cândido Rondon e a índia poliglota.

  • Em 1889, Rondon participou diretamente com Benjamim Constant das articulações que resultaram na proclamação da república brasileira;
  • Entre 1892 e 1898 ajudou a construir as linhas telegráficas de Mato Grosso a Goiás, entre Cuiabá e o Araguaia, e uma estrada ligando Cuiabá a Goiás;
  • Entre 1900 e 1906 dirigiu a construção de mais uma linha telegráfica, entre Cuiabá e Corumbá, alcançando as fronteiras do Paraguai e Bolívia;
  • Em 1906 encontrou as ruínas do Real Forte Príncipe da Beira, a maior relíquia histórica de Rondônia;
  • Em 1907, no posto de major do Corpo de Engenheiros Militares, foi nomeado chefe da comissão que deveria construir a linha telegráfica de Cuiabá a Santo Antonio do Madeira, a primeira a alcançar a região amazônica, e que foi denominada Comissão Rondon. Seus trabalhos desenvolveram-se de 1907 a 1915. Nesta mesma época estava sendo construída a ferrovia Madeira- Mamoré, que junto com o desbravamento e integração telegráfica de Rondon ajudaram a ocupar a região do atual estado de Rondônia.

Marechal Cândido Rondon (o quarto, a partir da esq.) com o presidente americano Teddy Roosevelt (terceiro, a partir da esq.). Foto do Museu do Índio – Funai.

Realizou expedições com a comissão Rondon, com o objetivo de explorar a região Amazônica.

Em 1910 organizou e passou a dirigir o Serviço de Proteção aos Índios e de maio de 1913 a maio de 1914 realizou mais uma expedição, em conjunto com ex- presidente dos Estados Unidos, Theodore Roosevelt.

Em setembro de 1913, Rondon foi atingido por uma flecha envenenada dos índios Nhambiquaras

Sendo salvo pela bandoleira de couro de sua espingarda, ordenou aos seus comandados, porém, que não reagissem e batessem em retirada, demonstrando seu princípio de penetrar no sertão somente com a paz.

Cândido Mariano Rondon no centro dos oficiais.

Em 1914, com a Comissão Rondon, construiu 372 km de linhas e mais cinco estações telegráficas: Pimenta Bueno, Presidente Hermes, Presidente Pena (depois Vila de Rondônia e atual Ji-Paraná), Jaru e Ariquemes, na área do atual estado de Rondônia. Em 1º de janeiro de 1915, concluiu sua missão com a inauguração da estação telegráfica de Santo Antônio do Madeira.

De 1919 a 1924, foi diretor de Engenharia do Exército.

Com a Revolução de 1930, que destituiu Washington Luís e levou Getúlio Vargas ao poder, foi preso.

Em maio de 1956, Juarez Távora escreve: “Esclareço que o fato de haver oposto restrição quanto à oportunidade do empreendimento (linhas telegráficas) do Marechal Rondon, não significava desapreço pelo conjunto de sua obra sertanista – e aí incluo o nobre esforço de catequese leiga de nossos índios — Rondon foi sem dúvida um pioneiro.”

O Meridiano 52 também é uma referência geográfica para a história das comunicações no Brasil.

Rondon foi o 2º ser humano a receber em sua homenagem um meridiano em seu nome.

Cumpriu missões abrindo caminhos, desbravando terras, lançando linhas telegráficas, fazendo mapeamentos do terreno e principalmente estabelecendo relações cordiais com os índios.

Manteve contato com diversos povos indígenas.[1]

Desbravador do interior do país, foi inspiração para criar o SPI (Serviço de Proteção ao Índio).

Teve seu primeiro encontro com os índios (alguns hostis, outros escravos de fazendeiros) quando construía as linhas telegráficas que ligaram Goiás a Mato Grosso.

Foi o Criador da expressão “Do Oiapoque a Chuí” quando ele foi designado para estender a linha de telégrafo que se estendia nacionalmente.

Foi o mais importante registrador de etnias indígenas do Brasil. Para facilitar o contato com os índios, Rondon e sua equipe se utilizavam de presentes, entregues a eles durante os primeiros encontros.

Ele falava várias línguas indígenas, mas em sua equipe encontravam-se outros tradutores.

Os contatos eram objeto de relatórios, registrando assim as novas etnias identificadas.

Cândido Rondon faleceu em 19 de janeiro de 1958, aos 92 anos, no Rio de Janeiro. Foi sepultado no Cemitério de São João Batista.

Marechal Cândido Rondon com a bengala na mão direita.

Positivismo

Sob influência do positivismo, Rondon fez seu credo:

Eu Creio:

  • Que o homem e o mundo são governados por leis naturais.
  • Que a Ciência integrou o homem ao Universo, alargando a unidade constituída pela mulher, criando, assim, modesta e sublime: simpatia para com todos os seres de quem, como poverello, se sente irmão.
  • Que a Ciência, estabelecendo a inateidade (sentimento nato) do amor, como a do egoísmo, deu ao homem a posse de si mesmo. E os meios de se transformar e de se aperfeiçoar.
  • Que a Ciência, a Arte e a Indústria hão de transformar a Terra em Paraíso, para todos os homens, sem distinção de raças, crenças, nações – banido os espectros da guerra, da miséria, da moléstia.
  • Que ao lado das forças egoístas – a serem reduzidas a meios de conservar o indivíduo e a espécie – existem no coração do homem: tesouros de amor que a vida em sociedade sublimará cada vez mais. Nas leis da Sociologia, fundada por Augusto Comte, e por que a missão dos intelectuais é, sobretudo, o preparo das massas humanas: desfavorecidas, para que se elevem, para que se possam incorporar à Sociedade.
  • Que, sendo, incompatíveis às vezes os interesses da Ordem com os do Progresso, cumpre tudo ser resolvido à luz do Amor.
  • Que a ordem material deve ser mantida, sobretudo, por causa das mulheres, a melhor parte de todas as pátrias e das crianças, as pátrias do futuro.
  • Que no estado de ansiedade atual, a solução é deixando o pensamento livre como a respiração, promover a Liga Religiosa,: convergindo todos para o Amor, o Bem Comum, postas de lado as divergências que ficarão em cada um como questões de foro íntimo, sem perturbar a esplêndida unidade – que é a verdadeira felicidade. “

Cândido Rondon

Rondon ingressou na Igreja Positivista ao fim de 1898, como major e como ardoroso membro na teoria e na prática positivista.

 Cândido Rondon

Marechal Rondon

Cândido Mariano da Silva Rondon

(Santo Antônio de Leverger, 5 de maio de 1865 – Rio de Janeiro, 19 de janeiro de 1958)

EVENTOS HISTÓRICOS


1862Cinco de Mayo: tropas lideradas por Ignacio Zaragoza impedem uma invasão francesa na Batalha de Puebla no México.



1961Programa Mercury: Mercury-Redstone 3: Alan Shepard torna-se o primeiro americano a viajar para o espaço sideral, num voo suborbital.


  • 1968 – Estudantes franceses invadem a Universidade de Sorbonne. Cerca de 600 pessoas foram presas.

1983 – O Instituto Pasteur de Paris consegue identificar o vírus da Aids.


FALECIMENTOS


1994Mario Quintana ▒ Mário de Miranda Quintana (Alegrete, 30 de julho de 1906 — Porto Alegre, 5 de maio de 1994) foi um poeta, tradutor e jornalista brasileiro. Mário Quintana fez as primeiras letras em sua cidade natal, mudando-se em 1919 para Porto Alegre, onde estudou no Colégio Militar, publicando ali suas primeiras produções literárias.

2013Peu Sousa ▒ Pedro Sérgio dos Santos Maia de Sousa, mais conhecido como Peu Sousa (Salvador, 22 de julho de 1977 — Salvador, 5 de maio de 2013), foi um guitarrista, compositor e produtor musical, tendo ficado famoso por acompanhar a cantora baiana Pitty, além de ter tocado com diversos outros artistas.
 

FERIADOS e EVENTOS CÍCLICOS

Internacional

Brasil

O Dia Nacional das Comunicações, celebrado neste dia 5 de maio, é uma homenagem ao dia do seu nascimento de Marechal Rondon

Sextilha de seis selos em homenagem aos 150 anos de nascimento do Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon – Acervo Joficur.

Durante 40 anos de sua vida, percorreu, a pé, em lombos de mulas ou em frágeis canoas, cerca de 77 mil km.

Nessas expedições, implantou o telégrafo, que foi um dos primeiros sistemas de telecomunicações, nas completamente isoladas regiões Centro-Oeste e Norte.

O Dia Nacional das Comunicações, celebrado neste dia 5 de maio, é uma homenagem ao dia do seu nascimento de Marechal Rondon.

Por causa dos importantes serviços prestados por Rondon ele foi indicado para o Prêmio Nobel da Paz, em 1957 por Albert Einstein.

  • Dia Nacional do Agito
  • Dia Nacional do Líder Comunitário. Criado pela Lei 11.287/2006 e comemorado nesta data. Fonte oficial [2] – Consultado em 29/07/15
  • Dia Nacional de Luta dos Estudantes de Farmácia pela saúde.
  • Dia Nacional da Liberdade de Imprensa

Japão

México e EUA

  • Cinco de mayo (1862)

Guiana

China

TRAGÉDIAS da HUMANIDADE

CIDADE ANIVERSARIANTE – IBGE

GarçaSP

5 de maio de 1929

garca.sp.gov.br

Garça é um município do estado brasileiro de São Paulo.

Conta com 44.557 habitantes, em 2016, segundo o IBGE.

Fundado em 4 de outubro de 1924 (92 anos).

Foi um dos municípios que fizeram parte do ciclo do café no início do século XIX.

A instalação como município se deu em 5 de maio de 1929.

Inicialmente o município foi denominado como Incas e, posteriormente, Italina, recebendo finalmente a denominação de Garça devido a um ribeirão que cruzava o futuro município.

Garça (SP) – Antiga Estação Ferroviaria.

Após um longo período com importante participação no chamado Ciclo do Café, atualmente Garça também conta com grande participação do setor industrial, principalmente no segmento eletroeletrônico, ostentando o título de “Capital da Eletroeletrônica”.

Suas maiores empresas são do segmento de automatizadores de portas e portões, segurança eletrônica e materiais elétricos (Emplac, Eletroplac, ECP, RCG, PPA, Motil, Garen, Ipec, Containers Garça e entre outras).

Garça (SP) – Marco Zero – Monumento aos trabalhadores do café.

Além de empresas no segmento de alimentos e bebidas (Massas Paulista, Farinha Deusa, RB Alimentos, Distribuidora de Bebidas Garça que tem como Refrigerantes São José , Ice Cola, Cerveja Conti, Burguesa, Devassa e entre outras empresas).

Geografia

O município de Garça situa-se na região Centro- Oeste do Estado de São Paulo (415 km da capital), ao longo de espigão onde nascem duas importantes micro-bacias hidrográficas: Peixe e Aguapeí propiciando abundante presença de matas, grotões e mais de 80 cachoeiras com alturas variáveis. Apresenta grande potencial turístico com 18,50 hectares de Mata Atlântica preservada dentro da cidade (Bosque Municipal) e um número altamente significativo nas propriedades rurais adjacentes.

Festa da Cerejeira de Garça (SP).

Clima

Clima: Subtropical Temperatura: máxima 28,5 °C – mínima 17,8 °C Índice Pluviométrico: 1.274,4 mm/ ano Período mais quente de dezembro a março, com temperatura oscilando entre 25 a 30 graus, coincidindo com a época mais chuvosa do ano, temperatura mais amena entre os meses de abril e julho.

Topografia

Ondulada, sendo a sua maior área localizada em território de espigões, onde se dão grande quantidade de pequenos ribeirões ou riachos, convergindo todos para a formação dos Rios do Peixe, Tibiriçá e Feio.

Garça (SP) – Jardim Oriental.

Vegetação

A região garcense é caracterizada por luxuriante vegetação rasteira, predominando as gramíneas, sendo que a vegetação anterior era constituída pela Floresta Latifoliada Tropical, com predomínio das essências florestais conhecidas vulgarmente como peroba, guarantã, pau d´alho, cabreúva, ipê e outras

Hidrografia

[6]Rio do Peixe (São Paulo)

Rio Aguapeí

Rio Tibiriçá

Transporte Rodoviário

O terminal rodoviário de passageiros serve o município com linhas regulares para as principais cidades do Estado.

  • Rodovias
  • BR 153 – Rodovia Transbrasiliana
  • SP-294 – Rodovia Com. João Ribeiro de Barros
  • SP-349 – Rodovia Pref. Francisco de Assis Bosque
  • SP-333/SP-300 – Rodovia Marechal Rondon
  • SP-293/SP-225/SP-228 – Rodovia Castelo Branco

Aéreo

  • Aeroporto municipal- pista com 1.200 metros de terra batida e sinalizada
  • Aeroporto de Vera Cruz – pavimentado, com linhas regulares
  • Aeroporto de Marília – pavimentado, com linhas regulares
  • Aeroporto de Bauru – pavimentado, com linhas regulares

Cultura e Lazer

Garça conta com diversos clubes e boates, além de diversos bares, restaurantes e lanchonetes, principalmente na região do Lago Artificial, que é ponto de encontro dos moradores e é palco de eventos ao longo do ano.

A cidade possui um importante teatro, o Teatro Miguel Mônico, que faz parte do Circuito Cultural Paulista, Circuito SESC de Artes, trazendo os mais variados espetáculos e workshops para a região.

Ao lado do Teatro, encontra-se a Biblioteca Municipal, com vasto acervo bibliográfico, e a Escola Municipal de Cultura e Artes (EMCA, que proporciona aulas de instrumentos musicais, danças e teatro, além de promover festivais gastronômicos, musicais e artísticos.

Também conta com o Bosque Municipal, ao lado do Lago Artificial, com vasta área de Mata Atlântica preservada e com a exibição de animais silvestres.

 Garça conta hoje com 1 emissora de Televisão a GTV que é transmitida pelo canal 5 da Life.

GALERIA de FOTOS

Legião Urbana • Maiores Sucessos • R$ 10,08 • Download Mp3

Coletânea de músicas da Legião Urbana, com Renato Russo nos vocais. São 18 músicas em Mp3 para download, por R$ 10,08 ♥ Eduardo e Monica • Angra dos Reis • Ainda é cedo • Tempo perdido • Será • Que país é esse • Pais e filhos • Quando o sol bater na janela • Teatro dos Vampiros • Meninos e Meninas • Índios • Eu sei • Há tempos

Bob Marley • Legend • R$ 7,84 • Download Mp3

Coletânea com os maiores sucessos de Bob Marley e The Wailers, do álbum Legend. São 14 músicas em Mp3 para download, por R$ 7,84 ♥ Is This Love • Three Little Birds • Buffalo Soldier • Get Up, Stand Up • Stir It Up • One Love • I Shot The Sheriff • Redemption Song • Satisfy My Soul • Exodus • Jammin’ • Could You Be Loved • No Woman No Cry

5 de Maio – Cândido Rondon e Garça (SP) – 2017

☺ CAPA • Cândido Rondon ▒ CIDADE • Garça (SP) ▒ NASCIMENTOS • Søren Kierkegaard • Karl Marx • Lars Ericsson • Nellie Bly • Tyrone Power • Alice Faye • Dalva de Oliveira • Divaldo Franco • Beth Carvalho • Jim Kelly • Chitãozinho • Paulo Gorgulho • Wilson Sideral • Adele • Chris Brown ▒ FALECIMENTOS • Mario Quintana • Peu Sousa

19 de Julho • Dia Hoje • Edição 2022

Dia da Caridade ♦ CIDADE • Cristópolis (BA) 60 Anos ♥ Aniversário de Brian May 75 Anos • Benedict Cumberbatch • Jared Padalecki • Gislaine Ferreira • Marisol Ribeiro • Edgar Degas • Percy Spencer • Herbert Marcuse • Ricardo Corte Real • Anthony Edwards ♣ ÓBITOS • Clementina de Jesus • Dercy Gonçalves • Rubem Alves • James Garner

0 comentário em “5 de Maio • Dia Hoje • Edição 2022

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: