5 - MAIO BLOG DIA HOJE MESES

1 de Maio  • Dia Hoje • Edição 2022

Dia do Trabalhador, da Literatura Brasileira e do Riso ♥ Aniversário de Marcelo Rubens Paiva • Fernanda Young • Francisco Lopes • Glenn Ford • Rita Coolidge • John Woo • Ray Parker Jr. • Patricya Travassos • Anne Fletcher • Wes Anderson ♦ CIDADE • Nobres (MT) ♣ ÓBITOS • Ayrton Senna

DESTAQUES DO DIA

♥ NASCIMENTOS • Marcelo Rubens Paiva • Fernanda Young • Francisco Lopes • Glenn Ford • Rita Coolidge • John Woo • Ray Parker Jr. • Patricya Travassos • Anne Fletcher • Wes Anderson ♦ CIDADE • Nobres (MT) ♣ ÓBITOS • Ayrton Senna

COMEMORAÇÕES

CIDADES ANIVERSIANTES

• Abreulândia (TO)
• Assaí (PR)
• Campo Erê (SC)
• Caracol (MS)
• Cutias (AP)
• Glória (BA)
• Ibicaré (SC)
• Itaubal (AP)

CIDADES ANIVERSIANTES

• Murutinga do Sul (SP)
• Nobres (MT)
• Paripiranga (BA)
• Parobé (RS)
• Pedra Branca do Amapari (AP)
• Porto Grande (AP)
• Pracuúba (AP)
• Primeiro de Maio (PR)
• São Mamede (PB)
• São Sebastião do Caí (RS)
Serra do Navio (AP)

FONTES: WIKIWANDIBGECALENDARR

DIA HOJE

Marcelo Rubens Paiva

Marcelo Rubens Beyrodt Paiva

(São Paulo, 1 de maio de 1959

escritor, dramaturgo e jornalista brasileiro

Marcelo tem dois filhos, Joaquim e Sebastião.

Aos seis anos de idade se mudou para a cidade do Rio de Janeiro em 1966, depois que seu pai, o ex- deputado federal socialista Rubens Paiva, foi cassado e exilado pelo golpe de Estado no Brasil em 1964.

Marcelo, sentado no chão, com os pais e irmãs.

Estudou no Colégio Andrews, quando em 1971, aos onze anos de idade, Marcelo sofreu o primeiro grande trauma da sua vida: o “desaparecimento político” do pai, que, depois de preso, foi torturado e morto na cidade do Rio de Janeiro.

O corpo nunca foi encontrado.

A família Rubens Paiva foi obrigada a se mudar da cidade.

Voltou a morar em São Paulo em 1974.

Estudou no tradicional Colégio Santa Cruz.

Escrevia no jornal da escola, fazia letras de música e chegou a ser finalista do Festival de Música Universitária da TV Cultura, em 1979, ganho por Arrigo Barnabé.

Estudou engenharia agrícola na Universidade Estadual de Campinas.

Nesse período, final da década de 1970, morou numa república de estudantes na rua Carolina Florence, no bairro Vila Nova.[2]

E então, aos vinte anos de idade, sofreu o segundo grande trauma: após saltar em um lago, fraturou uma vértebra (a quinta cervical) do pescoço ao chocar a cabeça em uma pedra, ficando tetraplégico.

Após tratamento de fisioterapia e terapia ocupacional, voltou a locomover as mãos e os braços.

Entrou para a USP, Escola de Comunicações e Artes, em 1982. Passou a escrever em fanzines, revistas literárias, como Leia Livros, até retratar os fatos da sua vida em seu primeiro livro, Feliz Ano Velho.

Publicado em dezembro de 1982, foi traduzido para muitos idiomas e se converteu no livro brasileiro mais vendido da década de 1980, contando com mais de duzentas edições.

O livro virou peça dirigida por Paulo Betti e também filme, dirigido por Roberto Gervitz.

Ganhou os prêmios Jabuti e Moinho Santista.

Carreira

Formou-se em rádio e TV pela Universidade de São Paulo (USP) e em teoria literária pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).[3]

Em 1986, lançou seu segundo romance: Blecaute.

Passou a trabalhar em televisão como diretor, apresentador e produtor.

Primeiro, na TVA, da TV Gazeta, junto com Fernando Meirelles e a produtora Olhar Eletrônico.

Depois, na TV Cultura, no programa Leitura Livre.

Desde 1989, depois que estudou dramaturgia no Centro de Pesquisa Teatral do Serviço Social do Comércio, com o diretor de teatro Antunes Filho, na cidade de São Paulo, passou a escrever para teatro.

Estreou com a peça 525 Linhas, dirigida por Ricardo Karman, em 1989.

Em 1990, lançou o romance Ua Brari.

Começou a trabalhar como colunista do jornal Folha de S. Paulo.

Em 1992, lançou o romance policial Bala na Agulha, inspirado na corrupção dos políticos de Brasília e Caixa 2.

Entre 1991 e 1994, apresentou o Fanzine, um programa de entrevistas na TV Cultura.[4]

Em 1994, lançou As Fêmeas, um ensaio sobre sexualidade,[5] coletânea de contos e colunas publicadas em jornais.

E foi morar nos Estados Unidos, como bolsista da Knight Fellowship da Stanford University, na Califórnia, entre 1994 e 1995, então casado com a psicóloga Adriana Braga.

Em 1996, lançou o romance de grande repercussão Não és Tu Brasil, baseado no episódio histórico da Guerrilha do Vale do Ribeira.

Em 1998, escreveu e montou E aí, Comeu?, peça dirigida por Rafael Ponzi, que, depois, mudou de nome pra Da Boca pra fora, e virou filme em 2013.

Com ela, ganhou o Prêmio Shell de melhor autor em 2000.

Rafael Ponzi ainda dirigiu suas peças Mais-que-Imperfeito (2001) e Closet Show (2003).

Neste período, escreveu para a TV Globo episódios do seriado Sexo Frágil, e para um quadro do Zorra Total e depois do Fantástico com Pedro Cardoso.

Escreveu com o roteirista e diretor de cinema Mauro Lima o seriado Aventuras da Tiazinha, para a TV Bandeirantes.

Marcelo Paiva adaptou o livro As Mentiras que os Homens Contam para o teatro.

Em 2003, estreou sua peça No Retrovisor, com Marcelo Serrado e Otávio Müller, dirigida por Mauro Mendonça Filho, que virou filme em 2015.

Em 2003, o autor se transferiu para a Editora Objetiva, atualmente parte do grupo Companhia das Letras, e lançou o romance Malu de Bicicleta, o qual Flávio Tambellini transformou no filme mais premiado do ano em 2010.[3]

Em 2006, fez a peça Amo-te, dirigida por Mauro Mendonça Filho. No mesmo ano, lançou o livro de contos O Homem que Conhecia as Mulheres.[6]

Em 2008, lançou o romance A Segunda Vez que Te Conheci,[6] que virou série do canal Multishow, produzida pela Conspiração Filmes em 2014.

Em 2002 passou a trabalhar para o jornal O Estado de São Paulo como colunista aos sábados do caderno cultural, Caderno 2, e blogueiro do portal www.estadao.com.br. Ganhou o prêmio TopBlog de melhor blog de comunicação em 2006.

A peça E aí, Comeu? virou filme e também série com o mesmo elenco do canal Multishow em 2016. A peça No Retrovisor virou filme em 2015, com o nome Depois de Tudo. Ambas as peças foi ele quem roteirizou para o cinema.

Foi quatro vezes finalista do prêmio de melhor roteiro pela Academia Brasileira de Cinema em 2013, 2014, 2015 e 2016. Ganhou o prêmio Cinema da Academia Brasileira de Letras em 2012 pelo roteiro de Malu de Bicicleta.

A partir de 2009, passou a dirigir suas próprias peças. A primeira experiência foi com A Noite Mais Fria do Ano, com Hugo Possolo, Paula Cohen, Alex Gruli e seu amigo e também dramaturgo Mário Bortolotto.

Dirigiu depois as peças O Predador Entra na Sala, de sua autoria, e Deus É Um DJ, peça que traduziu.

Marcelo Rubens Paiva com Silvia Feola e filhos.

Casou-se com filósofa Silvia Feola.

Em fevereiro de 2014, nasceu Joaquim.

Em junho de 2016, nasceu seu segundo filho, Sebastião.

Escreveu o livro infantil Um Drible, Dois Dribles, Três Dribles pela Cia das Letrinhas.

Escreveu outro livro infantil, O Menino e o Foguete, para a plataforma do Itaú no Facebook, vencedor do Jabuti.

Em agosto de 2015, é publicado Ainda Estou Aqui, ganhou seu terceiro Prêmio Jabuti, e foi indicado aos prêmios Oceanos e Governador do Estado.

O livro trata da história da sua família, do assassinato do pai, Rubens Paiva, e da trajetória de Eunice Paiva, que denunciou o desaparecimento do marido por décadas e lutou pelos direitos indígenas.

Em 2016, publicou Meninos em Fúria, sobre o movimento do punk rock brasileiro dos anos 1980 e Clemente, da banda Os Inocentes. No romance, retoma os anos de Feliz Ano Velho e conta como escreveu o livro, enquanto estudava na USP e namorava Fernanda, uma garçonete de baladas punks.

Os livros Feliz Ano Velho e Blecaute foram publicados inicialmente pela Editora Brasiliense.

Atualmente, Marcelo é contratado da Editora Companhia das Letras. É muito atuante nas redes sociais. Foi eleito a sexta personalidade politicamente mais influente do Twitter brasileiro.

Marcelo Rubens Paiva foi um dos diretores artísticos da cerimônia oficial de abertura dos Jogos Paralímpicos Rio 2016.

Nesse mesmo ano, recusou-se a receber a Ordem do Mérito Cultural do Ministério da Cultura, afirmando que só aceitaria uma homenagem vinda de “um governo eleito pelo voto direto”. [7]

De 2017 a 2019, apresentou, com o locutor e músico Zé Luiz, o ex-futebolista e comentarista esportivo Walter Casagrande e o músico Branco Mello o programa de rádio Rock Bola, da rádio 89 FM A Rádio Rock, que mistura música, futebol e humor.[8]

Em 2018, a banda Titãs (da qual seu colega do Rock Bola, Branco Mello, faz parte) lança sua ópera rock Doze Flores Amarelas, cuja história é coescrita por ele, Hugo Possolo e o próprio grupo.[9]

Lançou em 2018 uma sátira política chamada Orangotango Marxista

Em 2018, separou-se da filósofa Silvia Feola.

Em 2019, lançou o livro de crônicas O Homem Ridículo.

Marcelo Rubens Paiva

Marcelo Rubens Beyrodt Paiva

(São Paulo, 1 de maio de 1959

escritor, dramaturgo e jornalista brasileiro

Jornada dos Mártires, de Antônio Parreiras. Retrata a passagem, em Matias Barbosa, dos inconfidentes presos.

1750Francisco Antônio de Oliveira Lopes ▒ Francisco Antônio de Oliveira Lopes (Barbacena, 1 de maio de 1750 — Porto Belo, 1794) foi um coronel, fazendeiro e minerador, implicado na Inconfidência Mineira.

Por sua riqueza, foi um dos poucos envolvidos na Inconfidência motivados por idealismo, ao invés de problemas financeiros. Obeso, era chamado de “come-lhe milho” pela sua grande velocidade ao falar.

Por seu envolvimento no movimento da Inconfidência, foi condenado ao degredo perpétuo em Moçambique, juntamente com Tomás Antônio Gonzaga e José Ayres Gomes, para o qual partiu em 25 de maio de 1792.

NASCIMENTOS

1916Glenn Ford ▒ Glenn Ford nome artístico de Gwyllyn Samuel Newton Ford (Québec, 1° de Maio de 1916 — Los Angeles, 30 de Agosto de 2006), foi um ator americano, nascido no Canadá.


1945Rita Coolidge ▒ Rita Coolidge (Lafayette, Tennessee , 1 de Maio de 1945) é uma cantora e atriz norte-americana. Começou a sua carreira como membro de coros de artistas como Joe Cocker , Eric Clapton e Leon Russell.


1946John Woo ▒ John Woo, em chinês 吳宇森; pinyin: Wú Yǔsēn, (Cantão, 1 de maio de 1946) é um cineasta chinês. Durante os anos 70 e 80, tornou-se um dos mais prolíferos realizadores de filmes de acção de Hong-Kong, tendo rodado 18 títulos, entre eles Shaolin Men (1975), Hao Xia (1978), Xiao Jiang (1984). O reconhecimento no mundo ocidental chegou com A Better Tomorrow (1986).


1954Ray Parker Jr. ▒ Ray Erskine Parker, Jr. (Detroit, 1 de maio de 1954) [1], é um guitarrista, compositor, produtor norte-americano. Parker é conhecido por compor e interpretar a música tema do filme Ghostbusters, por seus hits solo, e por se apresentar com sua banda Raydio e com o falecido cantor Barry White .

1955Patricya Travassos ▒ Patrícia de Resende Travassos (Rio de Janeiro, 1 de maio de 1955) é uma atriz e roteirista brasileira. Começou a carreira nos anos 1970, no grupo de teatro Asdrúbal Trouxe o Trombone, ao lado de Regina Casé, Luís Fernando Guimarães, Perfeito Fortuna e Evandro Mesquita, criando e atuando nas peças Trate-me Leão e Aquela Coisa Toda.

Nos anos 80, compôs canções e dirigiu os espetáculos da banda de rock Blitz. Entrou na Rede Globo em 1980 e, durante quatro anos, criou e escreveu Armação Ilimitada, além de ter sido roteirista de TV Pirata, Delegacia de Mulheres, Vida ao Vivo Show, da minissérie Sex Appeal e da telenovela Olho no Olho. Como atriz, participou de diversas telenovelas globais como Brega e Chique (1987), Vamp (1991), A Próxima Vítima (1995) e As Filhas da Mãe (2001).


1966Anne Fletcher ▒ Anne Marie Fletcher (nascida em 1 de maio de 1966) é uma dançarina, atriz, coreógrafa e cineasta norte-americana, reconhecida por dirigir filmes como Step Up (2006), Vestida para Casar (2008) e A Proposta (2009).[1]


1969Wes Anderson ▒ Wesley Wales Anderson (Houston, 1 de maio de 1969) é um cineasta estadunidense. Em 2001, em conjunto com Owen Wilson, que colaborou como roterista e ator, lançou o seu maior projeto até a data, The Royal Tenenbaums. O resultado foi tão bom que a dupla foi indicada ao prêmio de melhor roteiro original do Oscar.

 

DESTAQUE

1970Fernanda Young ▒ Fernanda Maria Young de Carvalho Machado (Niterói, 1 de maio de 1970 — Paraisópolis, 25 de agosto de 2019) foi uma escritora, atriz, roteirista e apresentadora de televisão brasileira.

Sua formação literária foi em parte constituída durante a travessia da baía de Guanabara em barcas ou ônibus.[1]

Dedicou-se aos livros na busca de aperfeiçoamento, influências e distração. Interrompeu os estudos após a conclusão do ensino fundamental, posteriormente concluindo o médio por meio de um supletivo de seis meses.

Frequentou a faculdade de Letras da Universidade Federal Fluminense, sem chegar a se formar.

Ainda viria a cursar Jornalismo na Faculdade Hélio Alonso e, depois de mudar-se para São Paulo e iniciar sua carreira de escritora, virar aluna de Rádio & Televisão na FAAP, mas não terminaria nenhum dos cursos. Fernanda teria jurado nunca mais pisar em um campus universitário após as experiências, mas atualmente está cursando Artes Plásticas na FAAP.[2]

Em 1995, foi roteirista do programa televisivo A Comédia da Vida Privada, da Rede Globo.

No ano seguinte, Fernanda lançou seu primeiro romance, Vergonha dos Pés, que já tem mais de 15 edições.

No ano seguinte, lançou À Sombra de Vossas Asas, que conta a história de amor, obsessão e vingança entre o fotógrafo Rigel (que reaparece no livro Aritmética) e da aspirante-a-top-model Catarina, que teve os direitos comprados por uma produtora de Hollywood interessada em fazer um filme da história.

A princípio, os livros de Fernanda conseguiram boa exposição na mídia devido à sua persona peculiar, suas declarações controversas, sua obsessão com cultura pop e seu visual, construído por cabelos geralmente curtos, grandes tatuagens e, por algum tempo, ostensivas pulseiras de baquelite das décadas de 1920 a 1950.

Em 1998 lançou o romance Carta para Alguém Bem Perto, seguido pelo criticado As Pessoas dos Livros (2000).

Em 2001, após o lançamento de seu quarto romance, O Efeito Urano, Fernanda retomou a carreira de roteirista de televisão, com Os Normais.

O seriado seria exibido durante dois anos na Rede Globo e culminaria em um longa-metragem, lançado em 2003.

Fernanda também participaria dos roteiros do quadro Supersincero (2005), no programa Fantástico, e do seriado Minha Nada Mole Vida, em 2006.

Entre 2002 e 2003, Young coapresentou, ao lado de Rita Lee, Mônica Waldvogel e Marisa Orth, o programa feminino Saia Justa no canal a cabo GNT. Seus próximos livros, o romance Aritmética e a coletânea poética Dor do Amor Romântico, sairiam, respectivamente, em 2004 e 2005.

Escreveu uma coluna mensal na revista Claudia.

Apresentou no canal GNT o programa Irritando Fernanda Young, programa de entrevistas com celebridades entre 2006 a 2010.

Dani Calabresa é entrevistada por Fernanda Young no ‘Confissões do apocalipse’.

Em maio de 2012, estreia no GNT o programa Confissões do Apocalipse, seguindo a linha de entrevistas com pessoas conhecidas, porém tendo como pano de fundo a previsão maia acerca do fim do mundo, em 21 de dezembro de 2012, data de sua ultima exibição.

Jessica (Fernanda Young), Ana Maria (Flávia Garrafa) e Marion (Anna Sophia Folch), em Surtadas na Yoga.

Em 2013, escreve e atua como uma das protagonistas da série Surtadas na Yoga, com 13 episódios na primeira temporada.

A série conta a história de três mulheres que fazem yoga para não surtar.

As “surtadas” Jessica (Fernanda Young), Ana Maria (Flávia Garrafa) e Marion (Anna Sophia Folch) não estão em busca de sexo e de homens.

São solitárias, sim, gostariam de encontrar alguém, sim, mas estão mais preocupadas em sobreviver à loucura do mundo – e à loucura própria – com independência e a consciência tranquila. [3]

Devido ao sucesso e crescimento de 115% na audiência do GNT [4] em abril de 2014, a segunda temporada entrava no ar com mais 13 episódios. Em outubro de 2014, após três temporadas, a série foi cancelada. [5][6]

Fernanda Young com os filhos (Foto – Manuela Scarpa-Brazil News)

Foi duas vezes indicada ao Emmy Internacional de melhor comédia, pelos seriados “Separação?!” (Rede Globo, 2010) e “Como Aproveitar o Fim do Mundo”(Rede Globo, 2012). 

Foi casada com o roteirista e escritor Alexandre Machado, com quem teve as gêmeas Cecília Madonna e Estela May.

Teve dois filhos adotivos, Catarina Lakshimi, nascida em 10 de novembro de 2008, e John Gopala, nascido em 21 de julho de 2009.

Fernanda Young posou nua para a edição brasileira da revista Playboy, lançada em novembro de 2009. [7]

Em maio de 2015, lançou seu 11º livro e o 2º de poesias de sua carreira, intitulado “A Mão Esquerda de Vênus”, pela Editora Globo.

O lançamento aconteceu na Galeria Vermelho em São Paulo.[8] Lançou sua última obra literária, “Estragos”, em outubro de 2016.

O livro, que oferece dezoito contos inéditos da artista, escritos entre 1987 e 1995, época de seus dezesseis a vinte e poucos anos de idade, convida a conhecer o ícone ainda jovem, procurando seu caminho em meio as palavras, afinando a escritora que hoje conhecemos.

“E, mesmo assim, estarei sempre pronta para esquecer aqueles que me levaram a um abismo. E mais uma vez amarei. E mais uma vez direi que nunca amei tanto em toda a minha vida.”

Fernanda Young. Fonte: Pensador.


Fernanda Young

Fernanda Maria Young de Carvalho Machado

(Niterói, 1 de maio de 1970 — Paraisópolis, 25 de agosto de 2019)

EVENTOS HISTÓRICOS


1500Pedro Álvares Cabral toma posse da “Ilha de Vera Cruz” (hoje Brasil) em nome do rei de Portugal.



1753 — Publicação da Species Plantarum por Linnaeus e início formal da taxonomia vegetal adotado pelo Código Internacional de Nomenclatura Botânica.

O Código Internacional de Nomenclatura Botânica, em geral conhecido pela sua sigla inglesa ICBN, é um conjunto de normas e recomendações que governam a atribuição formal da nomenclatura binomial às espécies no âmbito da botânica e da micologia.

O Código tem como objetivo assegurar que cada grupo taxonómico (“taxon“, plural “taxa”) de plantas, algas, cianobactérias e fungos tem um único nome, reconhecível e aceite em todo o mundo.

Um nome científico é como um rótulo, servindo apenas para identificar uma espécie e não para a descrever, podendo, por si só, nem ser descritivo.



1886 – Início da greve geral nos Estados Unidos e manifestação nas ruas de Chicago. Os eventos que se seguiram motivaram a criação do Dia do Trabalhador.



1931 – Inauguração do Empire State Building, em Nova Iorque.



1995 – No Brasil, começou a ser oferecida a conexão comercial à Internet (rede mundial de computadores).



2008China inaugura a maior ponte marítima do mundo, chamada Ponte da Baía de Hangzhou, com 36 km de comprimento.


FALECIMENTOS

1994Ayrton Senna ▒ Ayrton Senna da Silva ONMORBOME (São Paulo, 21 de março de 1960Bolonha, 1 de maio de 1994) foi um piloto brasileiro de Fórmula 1, três vezes campeão mundial, nos anos de 1988, 1990 e 1991. Foi também vice-campeão no controverso campeonato de 1989 e em 1993. Sua morte, assim como o funeral e velório, provocou uma das maiores comoções da história do Brasil, bem como repercussão mundial.[8][9][10][11] É considerado em pesquisas feitas com jornalistas especializados, pilotos e torcedores como o melhor piloto da história da Fórmula 1 em todos os tempos. [12][13][14][15][16][17][18]
Em 2012, foi eleito pela rede BBC o melhor piloto de todos os tempos. [19]Em 1999, foi eleito pela revista Isto É, o esportista do século XX no Brasil.[20]Também é reputado como um dos maiores esportistas do mundo no século XX.[21] No auge de sua carreira, era considerado, segundo pesquisas, como o maior ídolo do Brasil.[22][23] Mesmo depois de duas décadas de sua morte, pesquisa do Datafolha mostrou que Senna continua sendo avaliado como o maior ídolo do país.[24]

Ayrton Senna

Ayrton Senna da Silva ONMORBOME

(São Paulo, 21 de março de 1960Bolonha, 1 de maio de 1994)


1915Zé Trindade ▒ Zé Trindade, pseudônimo de Milton da Silva Bittencourt (Salvador, 18 de abril de 1915 — Rio de Janeiro, 1 de maio de 1990), foi um ator, músico, poeta e comediante brasileiro de rádio, teatro, cinema e TV, famoso por jargões como “Mulheres, Cheguei!” e “Meu Negócio é Mulher”.

FERIADOS e EVENTOS CÍCLICOS

Dia Mundial do Trabalhador, feriado comemorado em muitos países.


TRAGÉDIAS da HUMANIDADE

1994 – Um grave acidente mata o tricampeão mundial da F-1 Ayrton Senna durante o GP de San Marino de 1994.

No treino de qualificação para o GP de San Marino, Roland Ratzenberger fazia uma tentativa de classificação quando, na entrada da veloz curva Villeneuve, a asa dianteira do Simtek soltou-se e o piloto, sem controle do carro, chocou-se violentamente contra o muro, a cerca de 308 km/h.Ratzenberger teve fraturas múltiplas no crânio e no pescoço.

Roland Ratzenberger, automobilista austríaco

Logo após o acidente, uma tentativa de reanimação cardíaca foi feita na própria pista.

Sua morte foi anunciada oito minutos após o piloto ter dado entrada no Hospital Maggiore de Bolonha.

Após o acidente, a Simtek anunciou que não iria se retirar da corrida, alegando que Roland gostaria que David Brabham, seu companheiro de equipe, participasse da corrida. Andrea Montermini, piloto de testes da Simtek, ocupou o lugar do austríaco.

Ayrton Senna e Rubens Barrichello em Ímola.

As investigações do acidente geraram grande controvérsia especialmente porque, no dia anterior (sexta), Rubens Barrichello sofreu um acidente grave e no domingo, outro piloto morreria na mesma pista: Ayrton Senna.

A discussão se concentra na determinação da hora e local da morte de Ratzenberger.

Os organizadores da corrida e da FIA alegam que ele foi levado ainda com vida a Bolonha enquanto os investigadores alegam que ele teve morte instantânea ou, no mínimo, ainda dentro no circuito de Ímola.

Segundo as leis italianas, se um esportista morrer durante um evento esportivo, o evento deve ser cancelado e todo o complexo desportivo colocado à disposição dos peritos até o fim da investigação que pode durar meses ou anos.

Se isso tivesse acontecido, a morte de Senna teria sido evitada.

Todos os pilotos de F1 em foto do grande prêmio em 1994, incluindo Ayrton Senna e Roland Ratzenberger.


CIDADES ANIVERSARIANTES – IBGE

NobresMT

1 de Maio de 1965

nobres.mt.gov.br

Nobres é um município brasileiro do estado de Mato Grosso.

Sua população estimada em 2004 era de 15.432 habitantes.

Chamam a atenção os pontos turísticos como a Lagoa Azul, Cachoeira do Tombador, entre outros. Sua principal fonte econômica é o cimento e o calcário, além das grandes plantações de grãos.

Cachoeira Salto do Tucum

A região do atual município de Nobres foi ponto de passagem, no início do movimento garimpeiro em Mato Grosso, no sentido sul/oeste, que começou em 1747, entre Cuiabá e Diamantino.

É Território habitado imemorialmente por povos indígenas da nação bacairis. Nobres é região rica em belezas naturais.

Nos meandros da Serra do Tombador escondem-se verdadeiras maravilhas esculpidas pela natureza, com inúmeras cachoeiras e grutas, e algumas totalmente inexploradas.

Existem sítios arqueológicos de grande valor científico, onde proliferam pinturas e inscrições rupestres, que atestam a antiguidade da vida humana na região.

Nobres (MT) – Aquário Encantado

No ponto onde situa-se a sede municipal, principiou uma povoação chamada de Seis Marias, talvez numa referência aos moldes de divisão de lotes no período provincial – sesmarias.

Posteriormente lugar passou a ser conhecido como Bananal, tendo como proprietário Antônio Ferreira Lemes. 

O município de Nobres se formou à base de três sesmarias: Bananal, Francisco Nobre e Pontezinha.

Do nome Nobre nasceu a denominação destinada a perdurar. O termo, usado no plural, designa as pessoas da família Nobre: Os Nobres.

Lagoa das Araras.

A cidade de Nobres, está localizada a 120 km da Capital de MT, a região do atual município de Nobres foi ponto de passagem no início do movimento garimpeiro em Mato Grosso, no sentido sul/oeste, que começou em 1.747 entre Cuiabá e Diamantino.

Território habitado imemorialmente por povos indígenas da nação Bakairí.

Balneário Dona Máxima.

Nobres é uma região riquíssima em belezas naturais.

Na Serra do Tombador escondem-se verdadeiras maravilhas esculpidas pela natureza, com inúmeras cachoeiras e grutas, algumas totalmente inexploradas.

 O povoado de Nobres recebeu a primeira usina hidrelétrica construída no Estado de Mato Grosso, atualmente desativada, suas ruínas são relíquias do passado recente que fizeram história.

Aquário Encantado

O clima em Nobres é equatorial quente e úmido.

Período de seca de 5 meses, de maio a setembro.

Precipitação média anual de 2.000 mm, com intensidade máxima em janeiro, fevereiro e março.

Temperatura média anual de 24º C, maior máxima 38º C, e menor mínima 0º C.

Nobres

CEP: 78.460-000

DDD: (65)

Distâncias

Cuiabá: 120 km

São Paulo:1754 Km

Rio de Janeiro:2157 Km

Brasília: 1273 Km

Municípios vizinhos: Rosário Oeste e Posto Gil.

Como chegar a Nobres Via aérea:

Vôos domésticos chegam diariamente ao Aeroporto de Várzea Grande.

Ele conta com locadoras de veículos, táxi e micro ônibus.

A cidade possui uma pista para pouso e decolagem de avião de pequeno porte.

Via Rodoviária:

Para quem vem de carro por Cuiabá, o percurso é de 140 km pela Br 163 passando pelo Municipio de Jangada, ou 90 km, saindo de Cuiabá, passando pelo Municipio de Acorizal pela MT 010, por Rosário Oeste e finalmente Nobres.

De ônibus as linhas são feitas pelas empresas TUT, Satélite e Real Norte.

Nobres (MT) – BÓIA CROSS.

Serviços

Secretaria Municipal de Turismo: + 55 (65) 3376-2009;

Centro de Atendimento ao Turista: + 55 (65) 3376-1809;

Prefeitura Municipal de Nobres: + 55 (65) 3376-4200

Aeroporto Intercional V. Grande: + 55 (65) 3614-2500/2511/2611.

Rodoviária de Nobres: + 55 (65) 3376-1465 / 1164 / 1884;

Policia Militar: + 55 (65) 3376-1019 ou 190

Policia Civil: + 55 (65) 3376-1344 ou 197;

Hospital: + 55 (65) 3376-2812;

Nobres (MT) – Cachoeira da Serra Azul.

GALERIA de FOTOS

Legião Urbana • Maiores Sucessos • R$ 10,08 • Download Mp3

Coletânea de músicas da Legião Urbana, com Renato Russo nos vocais. São 18 músicas em Mp3 para download, por R$ 10,08 ♥ Eduardo e Monica • Angra dos Reis • Ainda é cedo • Tempo perdido • Será • Que país é esse • Pais e filhos • Quando o sol bater na janela • Teatro dos Vampiros • Meninos e Meninas • Índios • Eu sei • Há tempos

Bob Marley • Legend • R$ 7,84 • Download Mp3

Coletânea com os maiores sucessos de Bob Marley e The Wailers, do álbum Legend. São 14 músicas em Mp3 para download, por R$ 7,84 ♥ Is This Love • Three Little Birds • Buffalo Soldier • Get Up, Stand Up • Stir It Up • One Love • I Shot The Sheriff • Redemption Song • Satisfy My Soul • Exodus • Jammin’ • Could You Be Loved • No Woman No Cry

1 de Maio – Fernanda Young e Nobres (MT) – 2017

☺ Dia do Trabalhador ▒ CAPA • Fernanda Young ▒ CIDADE • Nobres (MT) ▒ NASCIMENTOS • Francisco Lopes • Glenn Ford • Rita Coolidge • John Woo • Ray Parker Jr. • Patricya Travassos • Marcelo Rubens Paiva • Anne Fletcher • Wes Anderson ▒ FALECIMENTOS • Zé Trindade • Ayrton Senna

1 de Maio – Acontecimentos do Dia

Dia do Trabalhador ▒ NASCIMENTOS • John Woo • Ray Parker Jr • Patrycia Travassos • Marcelo Rubens Paiva • Fernanda Young ▒ FALECIMENTOS • Ayrton Senna

19 de Julho • Dia Hoje • Edição 2022

Dia da Caridade ♦ CIDADE • Cristópolis (BA) 60 Anos ♥ Aniversário de Brian May 75 Anos • Benedict Cumberbatch • Jared Padalecki • Gislaine Ferreira • Marisol Ribeiro • Edgar Degas • Percy Spencer • Herbert Marcuse • Ricardo Corte Real • Anthony Edwards ♣ ÓBITOS • Clementina de Jesus • Dercy Gonçalves • Rubem Alves • James Garner

0 comentário em “1 de Maio  • Dia Hoje • Edição 2022

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: