12 - DEZEMBRO BLOG DIA HOJE MESES

20 de Dezembro • Dia Hoje • Edição 2021

Dia do Mecânico e da Solidariedade Humana ♥ Aniversário de Susanne Langer • Ferdinand Édouard Buisson • Harvey Firestone • David Bohm • Bob Hayes • Sílvio de Abreu • Uri Geller • Alan Parsons • Márcia Freire • Nicole DeBoer • JoJo ♦ ÓBITOS • Carl Sagan • Reginaldo Rossi • Zilda Cardoso • Nicette Bruno

DESTAQUES DO DIA

♥ NASCIMENTOS • Susanne Langer • Ferdinand Édouard Buisson • Harvey Firestone • David Bohm • Bob Hayes • Sílvio de Abreu • Uri Geller • Alan Parsons • Márcia Freire • Nicole DeBoer • JoJo ♦ ÓBITOS • Carl Sagan • Reginaldo Rossi • Zilda Cardoso • Nicette Bruno

• Dia do Mecânico
• Dia Internacional da Solidariedade Humana

CIDADES ANIVERSIANTES

• Aurora do Pará (PA)
• Buenos Aires (PE)
• Caarapó (MS)
• Camutanga (PE)
• Cedro (PE)
• Chã de Alegria (PE)
• Chã Grande (PE)
• Confresa (MT)
• Cumaru (PE)
• Dourados (MS)
• Feira Nova (PE)
• Ferreiros (PE)
• Frei Miguelinho (PE)
• Frutuoso Gomes (RN)
• Garuva (SC)
• Granito (PE)
• Gravatal (SC)
• Ibiapina (CE)
• Ibimirim (PE)
• Ibirajuba (PE)
• Iguaraci (PE)
• Ingazeira (PE)
• Itacuruba (PE)
• Itaquitinga (PE)
• Jaguaribe (CE)
• Jaguaruna (SC)
• Lagoa de Dentro (PB)
• Lagoa de Itaenga (PE)
• Machados (PE)

CIDADES ANIVERSIANTES

• Meleiro (SC)
• Mombaça (CE)
• Novo Repartimento (PA)
• Pacoti (CE)
• Passira (PE)
• Pedra Lavrada (PB)
• Planalto da Serra (MT)
• Pontal do Araguaia (MT)
• Pontal do Paraná (PR)
• Porto Estrela (MT)
• Primavera (PE)
• Riachuelo (RN)
• Ribeirãozinho (MT)
• Saboeiro (CE)
• Saloá (PE)
• Santa Maria do Cambucá (PE)
• Santo Afonso (MT)
• São João do Ivaí (PR)
• São João do Sul (SC)
• São Sebastião de Lagoa de Roça (PB)
• Solidão (PE)
• Tacaimbó (PE)
• Tracunhaém (PE)
• Trindade (PE)
• Tupanatinga (PE)
• Várzea (RN)
• Vista Alegre (RS)

FONTES

WIKIWANDIBGECALENDARR

 
Datas, fatos e os nascimentos mais importantes no Brasil e no Mundo, em todos os dias do ano, ilustrado com fotos e curiosidades.

FONTE ► WIKIPÉDIA

NASCIMENTOS


20-de-dezembro-uri-geller-paranormal-e-apresentador-de-tv-israelense

1946Uri Geller, Uri Geller (em hebraico: אורי גלר‎), nascido Gellér György (Tel Aviv, 20 de dezembro de 1946), é um israelense, naturalizado britânico.

Tornou famoso nos anos 1970 ao se clamar paranormal em programas de televisão em que realizava demonstrações de seus supostos poderes paranormais – telecinese, rabdomancia e telepatia.

20-de-dezembro-uri-geller-paranormal-e-apresentador-de-tv-israelense

Muitos o consideram charlatão.Tais demonstrações incluíam dobrar colheres, identificar objetos ocultos e parar ou acelerar ponteiros de relógios à distância.


1895Susanne Langer, nascida Susanne Katherina Knauth (Nova Iorque, 20 de dezembro de 1895 — Nova Iorque, 17 de julho de 1985) foi uma filósofa, escritora e educadora norte-americana, mais conhecida por suas teorias sobre a influência da arte na mente humana. Ela foi uma das primeiras mulheres acadêmicas dos Estados Unidos e a primeira mulher a ser reconhecida popularmente como uma autêntica filósofa norte-americana. Langer é mais conhecida por seu livro publicado em 1942, intitulado Filosofia em Nova Chave. Em 1960, Langer foi nomeada “Fellow” da Academia de Artes e Ciências dos Estados Unidos.[1] No Brasil, exerceu grande influência no movimento neoconcretista de autores como Ferreira Gullar.[2]

Biografia

Susanne Katherina Knauth era filha de Antonio Knauth, um advogado, e de Else M. (Uhlich) Knauth. Seus pais migraram da Alemanha para morar em Manhattan. Ela se formou em escolas particulares e tocava muito bem piano e violoncelo. A música irá ser fundamental em seu sistema filosófico. Graduou-se no Radcliffe College em 1920, onde estudou com Alfred North Whitehead, recebendo seu doutorado em 1926 em Harvard. Em 1921 ela casou-se com William L. Langer, professor de história em Harvard, de quem se divorciou em 1942. Langer ensinou filosofia em Radcliffe de 1927 a 1942. Ela também ensinou na University of Delaware, Columbia University (1945) -(1950), New York University, Northwestern University, Ohio State University, University of Washington e University of Michigan (Ann Arbor). Em 1954 ela foi indicada para ensinar filosofia no Connecticut College em New London, Connecticut.[3]

Obra

Esta seção não cita fontes confiáveis e independentes. Ajude a inserir referências.O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico) (Dezembro de 2018)

Como Cassirer, Langer define que o homem é essencialmente um animal que usa símbolos. O pensamento simbólico é profundamente enraizado na natureza humana, e o elemento central nas questões da vida e do conhecimento. Langer define a Arte como sendo a criação de formas simbólicas do sentimento humano. Distingue entre os símbolos discursivos da linguagem e os símbolos abertos apresentados ou “presentacionais” da obra de arte. O símbolo e o objeto simbolizado tem uma lógica formal comum.

As obras artísticas não expressam diretamente a experiência emocional do artista, mas uma “ideia” de emoção. A música cria uma aparência de tempo, um “tempo virtual”, na pintura um “espaço virtual” é a primeira ilusão, poetas criam aparências de acontecimentos, pessoas, reações emocionais, lugares, etc, “semelhanças poéticas”. Langer afirma que as formas musicais ostentam uma estreita lógica de semelhança com as formas de sentimentos humanos. A música é um “símbolo apresentado” do processo psíquico e as suas estruturas tonais ostentam uma lógica estreita de semelhança com as formas de sentimento “, formas de crescimento e de atenuação, de fluxo e de arrumação, de conflitos e de resolução, a rapidez, a detenção, a excitação, a calma”. O símbolo e o objeto simbolizado tem uma forma lógica comum.

Langer também distingue a arte como símbolo – a obra de arte como um todo indivisível – a partir de símbolos da arte, que são elementos de trabalho e, muitas vezes, têm um significado literal. A particular utilização nada convencional do termo “símbolo” por Langer tem sido criticada por alguns filósofos, como George Dickie, entretanto Monroe C. Beardley, em seu livro Estética da Grécia Clássica para o Presente (1966), nota que os conceitos de arte como símbolo e seu desenvolvimento feitos por Susanne Langer “são realizados com grande sensibilidade e concretude”.

Influências posteriores

Um exemplo claro de sua influência no século XXI pode ser encontrada no quinto capítulo do livro do neurocientista Howard Gardner Arte, Mente e Cérebro (Artmed 1999), dedicado exclusivamente a seu pensamento. A abordagem cognitiva da criatividade feita pelo neurocientista é fundamentada no pensamento de Langer. Como a neurociência começa a distinguir o funcionamento especializado de zonas cerebrais, responsáveis por determinadas áreas de nosso comportamento, a emoção torna-se essencial como mediação das distintas áreas ou zonas de conhecimento. O trabalho de Susan Langer fundado nas artes como produtora de emoções e conhecimento, evidencia que ela estava à frente de seu tempo.

Em seu livro mais conhecido, Filosofia em Nova Chave: um estudo no simbolismo da razão, do rito e da arte (1942), ela procura distinguir os símbolos não discursivos da arte, daqueles da linguagem científica. Em Sentimento e Forma (1953) defende que a arte, especialmente a música, é altamente articulada com as formas de expressão simbólica ou com o conhecimento intuitivo que a linguagem não consegue expressar. Em seu Mind: An Essay on Human Feeling (1967, 1972 e 1982), Langer traça um esboço do desenvolvimento da mente (3 vols.).

Ela foi uma figura chave no pensamento filosófico da metade do século XX. O foco primário de sua obra principal (Filosofia em Nova Chave, Sentimento e Forma, Mind) foi estabelecer uma base sistemática para o entendimento da arte e de sua criação, seu valor para a consciência humana.

Para Langer a obra de Arte é a criação das formas simbólicas do sentimento humano (“Art is the creation of forms symbolic of human feeling”). Ela discernia entre os símbolos presentacionais abertos da Arte e os símbolos “discursivos” da linguagem, que não consegue expressar o aspecto subjetivo da experiência humana. Visão próxima à teoria lógica de Ludwig Wittgenstein desenvolvida em seu Tratado Lógico-Filosófico (1922), mas quando Wittgenstein parou ao definir o indizível, Languer acrescentou que a música e as artes articulam o que outras linguagens não conseguem, mostrar o que não pode ser dito.

O esforço do exame da linguagem simbólica da arte centra-se em um exame rigoroso de sua estrutura simbólica, comparando sua estrutura simbólica com as formas discursivas da linguagem e da matemática. Ela procura examinar as formas simbólicas da arte em relação com as formas naturais, inclusive aquelas que incorporavam o processo biológico.

Langer, embora tendo formação musical, também se interessou pelo teatro. Em Sentimento e Forma ela escreve que o teatro é uma especial forma poética e que o dinamismo da ação dramática não é tanto o resultado de uma ação visível que espelha a experiência concreta, mas sua localização na intersecção de dois grandes reinos da imaginação, passado e futuro. Langer escreve que um elemento-chave do drama é a criação de uma “história virtual”, que é transparente para a audiência, e que pode ser obliquamente, mas totalmente, apreendida em cada momento de ação. A ação dramática contém uma “forma latente”, que é sugerida ou desenvolvida em uma peça, e que é entendida plenamente apenas ao final, quando ele é entendida como o cumprimento do Destino. Em suma, o drama é processo de uma “história acontecendo”, mais que uma “história em retrospecto”, motivação e não causalidade.

No Brasil, Langer influenciou o movimento artístico neoconcretista desenvolvido por intelectuais como Ferreira Gullar, Amílcar de Castro e Franz Weissmann.[2]

Embora ela não seja constantemente citada por filósofos profissionais, sua influência é enorme, principalmente com respeito a atividade simbólica presentacional, que tornou-se parte do conceito de inconsciência coletiva de pessoas preocupadas em explicar a produção da música e a arte na vida humana.


 

EVENTOS HISTÓRICOS

FALECIMENTOS

FERIADOS e EVENTOS CÍCLICOS

▒ TRAGÉDIAS da HUMANIDADE


Entenda melhor o fenômeno que ocorre com Uri Geller, alguém com níveis altíssimos de ectoplasmia, com o criador da Conscienciologia, o médico e médium Waldo Vieira.

 

Legião Urbana • Maiores Sucessos • R$ 10,08 • Download Mp3

Coletânea de músicas da Legião Urbana, com Renato Russo nos vocais. São 18 músicas em Mp3 para download, por R$ 10,08 ♥ Eduardo e Monica • Angra dos Reis • Ainda é cedo • Tempo perdido • Será • Que país é esse • Pais e filhos • Quando o sol bater na janela • Teatro dos Vampiros • Meninos e Meninas • Índios • Eu sei • Há tempos

Bob Marley • Legend • R$ 7,84 • Download Mp3

Coletânea com os maiores sucessos de Bob Marley e The Wailers, do álbum Legend. São 14 músicas em Mp3 para download, por R$ 7,84 ♥ Is This Love • Three Little Birds • Buffalo Soldier • Get Up, Stand Up • Stir It Up • One Love • I Shot The Sheriff • Redemption Song • Satisfy My Soul • Exodus • Jammin’ • Could You Be Loved • No Woman No Cry

1 de Julho • Dia Hoje • Edição 2022

Dia da Arquitetura ♦ CIDADE • Assis (SP) 117 Anos ♥ Aniversário de Amy Johnson 119 Anos • Leibniz 376 Anos • Amália Rodrigues • Alceu Valença • José Dumont • Solange Couto • Diana • Carl Lewis • Nany People • Marisa Monte • Simony • Liv Tyler • Fábio Porchat • Jade Barbosa ♣ ÓBITOS • Bakunin • Cláudio Kano • Bolinha • Marlon Brando

0 comentário em “20 de Dezembro • Dia Hoje • Edição 2021

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: