Gramsci contra a Indiferença

“Será possível amar a coletividade sem nunca ter amado profundamente criaturas humanas individuais?” Antonio Gramsci Antonio Gramsci (22 de janeiro de 1891 – 27 de abril de 1937), comunista italiano, filósofo e teórico da política. Foi o mais célebre prisioneiro do fascismo de Mussolini, entre 1926 e 1937. ver biografia na wikipéida  /  ver citações na wikiquote Os Indiferentes por Antonio Gramsci   Odeio os indiferentes. Acredito que viver significa tomar partido.   Indiferença é apatia, parasitismo, covardia. Não é vida.   Por isso, abomino os indiferentes. Desprezo os indiferentes, também, porque me provocam tédio as suas lamúrias de eternos … Continuar lendo Gramsci contra a Indiferença

As cinco crises do PT

Valerio Arcary “Vinho e riqueza mudam o homem mais sóbrio.” (Sabedoria popular portuguesa.) Tudo que existe se transforma. Nenhuma mudança, contudo, ocorre sem uma crise. Uma crise se abre quando a acumulação quantitativa de conflitos, até então geridos de forma rotineira, porque a força de inércia pode ser muito poderosa, impõe a necessidade de um giro. Decisões que foram adiadas, indefinidamente, precisam então ser enfrentadas. A história de organizações políticas só pode ser compreendida, portanto, com a análise de como enfrentaram suas crises. Este esforço de periodização é inescapável para atribuir sentido à interpretação de como o petismo se transfigurou … Continuar lendo As cinco crises do PT